Caminhoneiro internauta alerta autoridades para a buraqueira da PA-150

O vídeo, postado por Kareka Voador, teve mais de 5.400 visualizações e foi compartilhado até por internautas da capital
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

“Será que vai ter que morrer mais pessoas pra poder tomarem providências?”. É a pergunta do internauta Diones Carvalho, morador da cidade de Belém, que compartilhou um vídeo gravado pelo jacundaense de codinome Kareka Voador e visualizado mais de 5 mil vezes. O morador alerta motoristas sobre a dificuldade de dirigir pela Rodovia Estadual PA-150, notadamente no trecho que liga as cidades de Jacundá e Nova Ipixuna. O vídeo foi gravado no dia 15 deste mês quando Kareka Voador saiu de sua cidade com destino a Marabá.

“Além de estar cheia de deformações que obrigam o motorista até a sair da estrada, existem outros problemas mais graves como um buraco em forma de cratera”. E foi nesse local, a 20 quilômetros da cidade, que o morador parou seu caminhão de transporte de combustíveis e decidiu gravar o vídeo para denunciar a situação da estrada, chamar atenção das autoridades competentes e alertar os demais motoristas.

No vídeo, de 50 segundos, compartilhado por mais 140 pessoas e visualizado mais de 5,4 mil, ele diz: “Tô fazendo esse vídeo para chamar atenção do nosso governo do Estado do Pará. Aqui tá muito perigoso, no Km 60, buraco numa curva. Graças a Deus ainda não houve acidente. Vamos tentar resolver esse problema pra que não aconteça nenhum acidente”. O imenso que buraco que se formou no meio de uma das pistas tem quase dois metros de profundidade com diâmetro de um metro.

O trecho entre as duas cidades apresenta outros problemas como fundamento plástico, que é uma deformação permanente (plástica) caracterizada por depressão da superfície do pavimento acompanhada de solevamento. Também existem ondulação e escorregamento da camada asfáltica e o mais grave as temidas panelas ou buracos.

Publicidade