Goianésia do Pará: Grave acidente deixa três pessoas com fraturas expostas na PA-150

O acidente foi registrado no início da noite deste sábado (23). As vítimas foram socorridas e levadas para o Hospital Municipal de Goianésia do Pará e depois transferidas para o Hospital Regional de Tucuruí
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Preso pela PM, Renato alegou que não provocou acidente

Continua depois da publicidade

Um grave acidente envolvendo uma motocicleta em um carro de passeio deixou três pessoas com fraturas expostas na rodovia PA-150. O acidente aconteceu por volta das 18h30 em Goianésia do Pará, no sudeste do estado.

Segundo testemunhas, um carro Fiat Uno colidiu com uma moto modelo pop 100, que se seguia em direção contrária. Na moto estavam Hamilton Conceição, de 39 anos, que pilotava a motocicleta, a esposa dele, Isabel de Lima, de 23 anos, e a sua sogra, Maria Silva, de 39 anos.

Eles, que moram em Breu Branco, na mesma região, tiveram fraturas expostas. O caso mais grave é de Isabel, que teve uma das pernas dilacerada e graves fraturas na bacia.

As vítimas foram socorridas por ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e de um projeto social e levadas, de início, para o Hospital Municipal de Goianésia do Pará e depois transferidas paras o Hospital Regional de Tucuruí (HRT). De acordo com informações, o condutor do Fiat Uno, que foi identificado pelo prenome de Renato, estaria com sintoma de embriaguez alcoólica. Ele, que seria moradora da Vila Mamorana, em Goianésia do Pará, fugiu do local do acidente, mas foi preso pouco depois por uma guarnição da Polícia Militar, quando tentava consertar o pneu do veículo em uma borracharia, que fica no trevo de acesso à Goianésia.

Ele foi conduzido e apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Goianésia do Pará, para os procedimentos cabíveis. Na delegacia, ele alegou que a culpa do acidente foi do condutor da motocicleta e que não invadiu a contramão.

A Polícia Civil agora vai aguardar o laudo da perícia, para saber quem provocou o acidente.

Tina DeBord