Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Jacundá

Assaltantes fazem policiais reféns, explodem cofre e apavoram Jacundá com tiroteio

Moradores se entrincheiram nos arredores do Bradesco para fotografar e filmar, ao vivo, o tiroteio dentro da agência

Por Antonio Barroso e Ulisses Pompeu

Um grupo fortemente armado rendeu uma guarnição da Polícia Rodoviária Estadual em Jacundá e promoveu um tiroteio, por cerca de uma hora, na agência do Bradesco da cidade, deixando boa parte da população apavorada.

Localizada na Praça Inácio Pinto, na Avenida Cristo Rei, a agência do Bradesco fica próxima a do Banco do Brasil, Caixa Econômica, Banco da Amazônia e Banpará. Ela já foi alvo de tentativa de assalto duas vezes só este ano e agora à noite. Segundo moradores, os bandidos surpreenderam policiais rodoviários, que estavam lanchando em um caldo a cerca de 500 metros da agência, e os levaram como reféns, de onde passaram a atirar para cima o tempo todo.

A quadrilha, formada por mais de oito pessoas, segundo populares, usou explosivos para abrir o cofre, mas não quiseram saber dos caixas eletrônicos, que geralmente têm menos dinheiro.

Alguns moradores, a certa distância, usavam celulares e câmeras fotográficas para registrar o episódio, alguns colocando em risco a própria vida. Um que filmou o tempo inteiro e ia postando no Facebook, narrava que havia duas caminhonetes paradas em frente ao banco, além do carro da Polícia Rodoviária Estadual, que foi tomado de refém para os policiais serem usados como escudo humano. “Eles atiram para cima o tempo todo para intimidar a população, que se aproxima cada vez mais. Usam arma de grosso calibre, pelo estouro que a gente ouve,” diz um cinegrafista amador.

Outros ficaram entrincheirados dentro de casa e não saíram. Áudios e fotos se espalham em redes sociais, e são esperadas outras equipes de policiais de Marabá e Goianésia, que estão a 110 km e 90 km de Jacundá, respectivamente.

Segundo informações extraoficiais, os bandidos fugiram nas duas caminhonetes com cinco malotes pela PA-150, em direção à Goianésia, mas devem ter entrado em uma estrada vicinal. Não houve tentativa de arrombamento nas demais agências da praça em Jacundá.

O delegado Sérgio Máximo chegou logo depois ao local e disse que uma equipe da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) vai se deslocar ao município para ajudar nas investigações.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Deixe uma resposta