Xinguara: Família de gerente do Bradesco é liberada na zona rural; assaltantes conseguiram fugir

Os assaltantes tinham sequestrado a família do gerente, na noite de ontem (9), para obrigá-lo a abrir o cofre da agência do banco na manhã desta quinta-feira (10). As polícias Civil e Militar foram informadas e cercaram a agência, evitando o assalto conhecido como “Sapatinho”
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A família do gerente da agência do Bradesco da cidade de Xinguara, no sudeste do Pará, foi libertada pelos assaltantes que tentavam assaltar o banco na manhã desta quinta-feira (10). A família foi libertada em uma localidade, na zona rural, às proximidades da BR-155. Os assaltantes conseguiram fugir.

Cinco homens sequestraram o gerente e a família dele na noite de ontem (9). A família foi levada para uma localidade conhecida como “André”, às margens da BR-155, entre os municípios de Xinguara e Sapucaia. Na manhã de hoje, o gerente foi trazido por um dos criminosos até a agência, localizada na Avenida Xingu, no centro de Xinguara, para abrir o cofre.

As polícias Civil e Militar foram informadas e cercaram a agência, antes que os bandidos conseguissem concluir o assalto na modalidade “Sapatinho”. Os policiais negociaram com o criminoso, que depois de algum tempo liberou o gerente e se entregou.

Com ele foi apreendida uma bolsa, onde estavam cinco armas de fogo, sendo duas delas tomadas dos seguranças do banco, que foram rendidos pelo assaltante, que entrou com o gerente na agência, não levantando a suspeita dos seguranças, que foram pegos de surpresa.

Segundo a Polícia Civil, o bandido preso já tem ficha criminal e estava na condição de foragido da justiça. Após a prisão do assaltante, as buscas seguiram, porque a família do gerente continuava em poder dos demais criminosos.

No final da manhã, a esposa e as duas filhas do gerente, sendo uma criança de cinco de anos, foram liberadas pelos bandidos. Elas foram localizadas às proximidades da BR-155.

Os demais assaltantes fugiram, antes da chegada da polícia. De acordo com a Polícia Civil, as buscas seguem para tentar localizar os criminosos.

Tina DeBord

Publicidade