Parauapebas

Ascom da prefeitura responde.

Ainda sobre a demanda que gerou o post “ Tarifa de Vans; Carnaval; Rescisão de contratados; Lixo. Ascom esclarece algumas demandas dos leitores do Blog, ou não!”, a prefeitura envia …

Ainda sobre a demanda que gerou o post “ Tarifa de Vans; Carnaval; Rescisão de contratados; Lixo. Ascom esclarece algumas demandas dos leitores do Blog, ou não!”, a prefeitura envia notas de esclarecimentos a seguir:

Sobre o contrato com a Clean:

A contratada Clean Service permanece oferecendo seus serviços à Prefeitura de Parauapebas onde a mesma é detentora de um contrato em vigência.

Sobre o pagamento das verbas rescisórias dos contratados ou comissionados da gestão anterior:

A Prefeitura de Parauapebas comunica que o pagamento das verbas rescisórias referentes aos direitos adquiridos dos servidores, contratados ou comissionados, que tinham vínculo empregatício com a prefeitura até 31/12/2012, foi encaminhado ao meio-dia desta sexta-feira (8) para instituição bancária efetivar o crédito nas respectivas contas dos servidores.

O prefeito decidiu efetivar o pagamento, por entender a relevância e urgência do caso e também por acreditar que os servidores não podem ser penalizados com a falha cometida pela gestão anterior. A decisão do prefeito conta com o apoio das entidades de classe representativas dos servidores, formalizado por meio de ata, em uma reunião ocorrida na manhã de hoje, 08 de fevereiro, no gabinete do prefeito.

Sobre o aumento da tarifa de transporte (vans):

Com relação ao aumento no valor da passagem do transporte/ público de Parauapebas, a Prefeitura esclarece que:

O Ministério Público (MP) sugeriu, após análise da documentação apresentada pela Central de Vans que gerencia o segmento de transporte coletivo de Parauapebas, que a Prefeitura autorize o reajuste da passagem até o valor de R$ 2,00 (dois reais), mediante o compromisso que, até julho de 2013, seja renovada a frota atual no percentual mínimo de 5% (cinco por cento), visando o equilíbrio do sistema econômico-financeiro dos que prestam o serviço de transporte coletivo.

A Prefeitura está analisando a sugestão do MP, mas até o momento o reajuste não foi autorizado pelo Executivo.

A Prefeitura reafirma o seu compromisso com a construção de um sistema de transporte que atenda a todos os operadores e usuários.

Vale destacar que está é a primeira declaração oficial da Prefeitura sobre ao assunto.

10 comentários em “Ascom da prefeitura responde.

  1. Anônimo Responder

    Outro detalhe, por que que não tem van ou micro-ônibus pela PA 275 no sentido cidade nova? Por que todas são via 14? Quem está no início da rua do comércio tem que ir para a Rio de Janeiro? É muito longe, as autoridades não veem isso? Tem uma parada de van em um semáforo na rio de janeiro, o DMTT não viu isso? Não tem engenheiro de trânsito? Queremos fiscalização por parte do DMTT, os fiscais das cooperativas são corrompidos até com lanche por parte dos vanzeiros e cobradores, a gente ouve os comentários deles.

  2. Anônimo Responder

    Se o aumento da passagem ainda não foi autorizado, por que então, já tem comunicado nas vans informando sobre o aumento a partir de segunda-feira? O descaso é muito grande, não se vê uma fiscalização por parte do DMTT com esseas vans, ou seja, as prórias cooperativas fazem a fiscalização. Assim, eles fazem o que bem entendem. A velocidade das vans é de acordo com o interesse dos vanzeiros. A gente gasta em média 50 minutos do Liberdade até o Rio Verde, ísso é um absurdo. Eles ficam esperando passageiro nas paradas, nas esquinas, como se as pessoas não tivessem compromisso. Alguém tem que fazer alguma coisa. Essas vans não têm acessibilidade e nem micro-ônibus vai resolver o problema, pois eles não tem duas saidas. Esse negócio de pagar passagem qdo o passageiro desce, é um absurdo! Tudo é um absurdo e parece que ningué ver isso!!!!

  3. mané Responder

    O nº total de vans em circulação é 226, logo, 5% são 13 vans. Se o aumento foi autorizado ou não, ninguém sabe, o certo é que a Cooperativa está convocando todos para a troca dos tickets e já está vendendo os tickets de R$ 2,00, alertando que começam a vigorar na 2ª feira. Quem viver verá. O certo mesmo mesmo, e ninguém pode negar, é que o transporte coletivo sempre foi uma bosta. Se pelo menos motoristas e trocadores fossem educados. Cidade sem lei á assim mesmo. E por que as vans são tabeladas e o moto taxi não? Alguém pode explicar, por favor.

  4. Leitor Concsiente Responder

    Prezado Ze., quero saber se vc esta acompanhando o trabalho da procuradoria do municipio? Ao que sei eles estao atendendo todos pois como membro de sindicato nos mesmos estivemos la e fomos recebidos e tivemos nossas perguntas atendidas. Pelo que sei, pelo menos nos seis anos que estou em PBs nenhum outro procurador sequer recebeu os sindicalistas para ouvir as pautas! Posso elogiar esse procurador geral, passa seguranca e competencia para nos. Merece apoio dos sindicatos.

  5. luis Responder

    E uma falta de respeito com a população se o perfeito autoriza este reajuste na passagem das vans. Sr. perfeito não adianta fazer acordo com as cooperativas com a central das cooperativas, porque DARCI fez acordos com eles e nada foi feito para melhorar este transporte. não e agora que eles vão melhorar. Sr. perfeito esse indice de renovação da frota e uma vergonha. esse tipo de transporte feito por vans não funciona numa cidade do porte de Parauapebas. Sr. perfeito tenha coragem e mude esse tipo de transporte. tem que ser agora porque depois vai ser dificil. não autorize aumento respeite essa população, mudança JÀ……

  6. Josy Responder

    Zé acompanho seu blog há um tempo e sei que vc se compromete sempre em nós dar um retorno em tudo que tem sido veiculado na imprensa, diante de tantos problemas gostaria. De te pedir pra vc fazer uma lista de telefones do ministério público para denunciamos o que nos envergonha, quero te pedir tbm que nos ajude a apurar tantas irregularidades pois através de vc e do seu blog vemos a vida mais de perto, não concordo com a mudança do local do carnaval, não tem segurança, não concordo com o aumento da passagem, pois vanzeiro eh mal educado, e o transporte público fede, não concordo com o nepotismo direto e nem indireto que vem sendo praticado diante dos nossos olhos, e nada podemos fazer, não concordo, com o descanso dos pagamentos e ver as pessoas terem seus pagamentos atrasados. O semblante de desespero, não concordo com a suspensão. Dos lotes, adiando mais ainda nossos sonhos por caprichos de um novo governo, se eh pra fazer mudanças. Que as façam com classe e com ÉTICA, respeitem o povo, para que possamos, comer, viver e andar com mais dignidade, se for pra fazer mudanças, que mude suas cabeças. Cheias de mediocridade e caprichos, desarmen-se e façam direito e conquiste o nosso respeito…
    Obrigada Zé

  7. CARLÃO Responder

    5% é um índice muito baixo de renovação da frota (equivale a 13 vans, num total de aproximadamente 250 em circulação hoje). Esse índice deveria ser igual ao do reajuste do preço da passagem ou seja 1/3 da frota.
    E a Cooperativa vai cumprir isso ?
    Só vendo pra crer.

Deixe seu comentário