Xinguara: Transferidos para presídio de Redenção acusados de matar pecuarista

Diego Fernandes Miranda, de 24 anos, e Tailson da Silva Moraes, de 23 anos, são apontados pela Polícia Civil como envolvidos na morte do pecuarista José Roberto Bernardino Dantas, de 25 anos, crime ocorrido no dia 23 de junho em Xinguara
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Foram transferidos para o presídio de Redenção, no sul do Pará, Diego Fernandes Miranda, de 24 anos, e Tailson da Silva Moraes, de 23 anos, acusados de envolvimento na morte do jovem pecuarista José Roberto Bernardino Dantas, de 25 anos, e de balear seu amigo, Sávio Carlos. Os crimes aconteceram no dia 23 de junho, na Vila Xinguarinha, localizada na PA-279, a 8 km de Xinguara, no sudeste do estado.

Nas investigações, a equipe da Polícia Civil da Delegacia de Xinguara apurou que os dois são acusados de participar, na companhia de mais dois comparsas, do sequestro e assassinato do pecuarista e no baleamento de Sávio Carlos. No decorrer das ações para prender os suspeitos, um dos acusados, Luiz Felipe Fernandes Pereira, foi morto em confronto com a Polícia Militar.

A polícia concluiu, nas investigações, que o pecuarista foi vítima de latrocínio. Ele foi sequestrado pelos acusados, junto com o amigo Sávio Carlos, em uma casa de show, na cidade de Xinguara, e morto na estrada da Vila Xinguarinha, no sentido Água Azul do Norte.

Sávio levou vários tiros, mas sobreviveu. Diego e Talison foram presos poucas horas depois do crime em Rio Maria. Pouco tempo depois, Luiz Felipe Fernandes Pereira enfrentou policiais militares e foi baleado e morto em Pau D’Arco.

O outro acusado, Thalles Marcos Carvalho Alves, que de tinha escapado e fugido, foi preso na última quinta-feira (23) em Rondonópolis (MT). Thalles Marcos é apontado pela polícia como o autor dos disparos que matou o pecuarista e feriu seu amigo Sávio.

(Tina Santos)

Publicidade