Vila Nova vence o Remo no Mangueirão e conquista o tricampeonato da Série C do Brasileirão

O Leão Azul chegou a ficar duas vezes na frente do placar, mas levou a virada do Tigrão
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Lucas Siqueira brigando pela bola

Continua depois da publicidade

Não deu para o Clube do Remo. O Leão Azul buscava o bicampeonato da Série C, mas acabou assistindo o Vila Nova conquistar o tri da terceira divisão nacional. Em partida realizada na tarde deste sábado (30), no Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém, o Remo acabou derrotado de virada, por 3 a 2, pelo Vila Nova, e terminou vice-campeão do Campeonato Brasileiro da Série C da temporada de 2020. No agregado, o Tigrão venceu o Leão, por 8 a 3, e comemorou o título em pleno Mangueirão.

O primeiro tempo foi movimentado com quatro gols. O Remo saiu na frente com Felipe Gedoz, em um belo gol de fora da área, aos seis minutos. O Vila Nova não deixou barato e empatou no chute de Alan Mineiro, também de fora da área, aos nove minutos. O Leão foi para cima e marcou o segundo, depois que Augusto cruzou, Tcharlles finalizou no travessão e Lucas Siqueira mandou para o fundo do barbante, aos 35 minutos.

Carlos Alberto tentando se livrar da marcação

O Tigrão começou a se encontrar na partida e empatou. Depois que Henan acertou um chute na trave, a bola voltou para o próprio Henan, que cruzou para Pablo marcar, aos 39 minutos. O gol que confirmou o tricampeonato, com duas vitórias diante do Leão, saiu na reta final do segundo tempo, quando Pedro Bambu cruzou da direita, o zagueiro Mimica foi cortar e marcou de letra, gol contra, aos 42 minutos. 

O jogo: Tigrão é tri da Série C!

Precisando golear, o Remo botou pressão. Na primeira chance, Felipe Gedoz recebeu no meio, cortou da marcação e chutou de fora da área, no canto do goleiro Fabrício que foi e não achou nada – golaço aos seis minutos, 1 a 0 Leão. Mas não deu nem tempo para comemorar e, após jogada rápida, Henan fez o pivô para o chute certeiro de Alan Mineiro, mandando de fora da área e empatando para o Vila Nova, aos nove minutos, 1 a 1.

Tcharlles finalizando para o gol

O Tigrão quase virou. Alan Mineiro cobrou escanteio e Henan cabeceou na trave. Só que quem marcou foi o Leão Azul. Charles cobrou falta, a bola explodiu na defesa, Augusto pegou a sobra e cruzou para Tcharlles, que finalizou no travessão e Lucas Siqueira pegou o rebote, marcando aos 35 minutos, 2 a 1. Mais uma vez o Vila Nova respondeu rapidamente: Henan recebeu passe e chutou, a bola explodiu na trave e sobrou para Pablo, que não conseguiu marcar; a redonda voltou para Henan, que cruzou rasteiro para o mesmo Pablo, que dessa vez não perdoou, aos 39 minutos, 2 a 2.

Na etapa final, o Remo foi para cima. Após cruzamento de Ricardo Luz, o zagueiro Adalberto cortou e quase marcou gol contra. Novamente, o Leão teve chance para marcar. Tcharlles chutou cruzado, a bola passou muito perto da meta de Fabrício. Aos 28 minutos, o árbitro deu a parada técnica para a hidratação dos atletas em campo. 

Alan Mineiro comemora mais um gol diante do Remo

Na reta final de espetáculo, Pedro Bambu cruzou da direita, e o zagueiro Mimica marcou de letra, gol contra, aos 42 minutos. Placar final: Remo 2 x 3 Vila Nova. O Vila Nova é tricampeão do Campeonato Brasileiro da Série C da temporada de 2020.

FICHA TÉCNICA

REMO: Vinícius; Ricardo Luz, Mimica, Gilberto Alemão e Dioguinho (Ronald); Lucas Siqueira, Charles (Eduardo Ramos) e Felipe Gedoz; Augusto (Carlos Alberto), Salatiel e Tcharlles. Técnico: João Nasser Neto (Interino)

VILA NOVA: Fabrício; Formiga, Adalberto, Rafael Donato e Celsinho (Jhon Lennon); Yuri, Dudu, Pablo (Pedro Bambu) e Alan Mineiro; Henan (Rafhael Lucas) e Gilsinho. Técnico: Márcio Fernandes

  • Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)
  • Assistente 1: Alex dos Santos (SC)
  • Assistente 2: Thiaggo Americano Labes (SC)
  • Quatro árbitro: Gustavo Ramos Melo (PA)
  • Cartões amarelos: Tcharlles e Charles (Remo); Rafael Donato, Adalberto e Yuri (Vila Nova)
  • Gols: Felipe Gedoz, aos 6 minutos do 1° tempo para o Remo; Alan Mineiro, aos 9 minutos do 1° tempo para o Vila Nova; Lucas Siqueira, aos 35 minutos do 1° tempo para o Remo; Pablo, aos 39 minutos do 1° tempo para o Vila Nova; Mimica, gol contra a favor do Vila Nova, aos 42 minutos do 2° tempo
  • Local: Estádio Olímpico Edgar Proença, o Mangueirão, em Belém 

Por Fábio Relvas
Fotos: Douglas Monteiro e Silvio Garrido