Notícias

Vale investiu US$ 6,9 bilhões no Pará em 2012

A Vale investiu (entre investimentos e custeio) mais de US$ 2 bilhões no Pará no quarto trimestre de 2012, um aumento de 17% em relação ao terceiro trimestre do mesmo …

A Vale investiu (entre investimentos e custeio) mais de US$ 2 bilhões no Pará no quarto trimestre de 2012, um aumento de 17% em relação ao terceiro trimestre do mesmo ano.  Ao longo de 2012, a Vale investiu mais de US$ 6,9 bilhões no Estado. 

Na área socioambiental, o investimento da Vale superou os US$ 60 milhões no último  trimestre do ano passado no Pará, um acréscimo de 18% em relação ao terceiro trimestre. Ao todo, em 2012, a Vale realizou investimentos socioambientais de mais de US$ 168 milhões no Estado. 

Empregos no Pará

A Vale encerrou 2012 com 19.719 empregados, entre próprios e terceiros permanentes. Acréscimo de 7% em comparação a 2011.  Somando os profissionais terceirizados, mobilizados em projetos que estão em fase de implantação, são mais de 28 mil postos de trabalho no Estado.

Produção

A Vale apresentou boa performance operacional no quarto trimestre de 2012. A produção de minério de ferro atingiu o maior nível para um quarto trimestre, com 85,5 milhões de toneladas (Mt). Devido à sazonalidade, a produção de minério de ferro no último trimestre de cada ano é normalmente menor em relação ao terceiro trimestre. Essa foi a primeira vez, desde 2003, que o desempenho do quarto trimestre superou o de um terceiro trimestre, ficando 1,9% acima.

Dois fatores foram essenciais para essa conquista. A entrada em operação da mina N5 Sul em Carajás, no município de Parauapebas, contribuiu não somente para aumentar a produção, mas também para melhorar a qualidade e reduzir custos. O outro fator deveu-se às chuvas abaixo dos níveis normais durante o trimestre.

A Vale produziu 320 milhões de toneladas (Mt) de ferro em 2012. Em Carajás, Parauapebas, uma região única de mineração em razão do tamanho e da qualidade de suas reservas, a Vale produziu 106,8 Mt em 2012. A produção no quarto trimestre aumentou para 30,1 Mt, 8,8% acima do trimestre anterior. Já a produção de manganês da mina do Azul, também localizada em Parauapebas, foi 5,3% superior em relação ao trimestre anterior, chegando a 523.000 toneladas.

A produção de cobre em concentrado na mina de Sossego, em Canaã dos Carajás, totalizou 27.800 toneladas no quarto trimestre. A usina passou por uma parada programada durante o quatro trimestre de 2012, resultando em uma menor produção em comparação ao terceiro trimestre do mesmo ano e ao quarto  trimestre de 2011.

Em novembro de 2012, a Vale recebeu a licença de operação (LO) para Salobo, que opera em processo de ramp-up, ou seja, em fase de teste, para plena capacidade. A produção de cobre no quarto trimestre de 2012 alcançou 7.900 toneladas enquanto a produção de ouro foi de 13.000 onças troy (oz). A expectativa é de que Salobo II entre em operação no 1º semestre de 2014. Salobo I e II possuem uma capacidade nominal total estimada de 200 mil toneladas de cobre em concentrado.

Licenciamentos

Em 2012, a Vale teve um avanço no processo de licenciamento ambiental, com mais de 100 licenças obtidas no Brasil. Elas permitirão a  continuação das operações e a execução de projetos importantes, como Ferro Carajás S11D, que permitirá o aumento da oferta de minério de  ferro a custo baixo e alta qualidade, gerando mais valor e fortalecendo a liderança da empresa no mercado global.

Em junho de 2012, a Vale obteve as licenças ambientais prévias (LP) para o projeto de minério de ferro Carajás S11D (S11D), que comprovam a sua viabilidade ambiental. Em outubro, foi emitida a licença de instalação (LI) para a expansão da capacidade de Estrada de Ferro Carajás (EFC) para 230 milhões de toneladas métricas por ano (Mtpa), que fornecerá a extensão da infraestrutura de logística necessária para apoiar o S11D, principal alavanca para a redução de custos, melhoria da qualidade e aumento da capacidade produtiva, a fim de fortalecer a liderança no mercado global em termos de qualidade.

Fonte: Assessoria de Imprensa Vale

4 comentários em “Vale investiu US$ 6,9 bilhões no Pará em 2012

  1. ZEZINHO DO PSOL Responder

    MAS que mentira onde ela investiu esse dinheiro, so se for pagando milhoes de trabalhadores com salarios de FOME,cade a ferrovia para ourilandia ,cade a sideruegica em maraba,A vale investe mesmo e em propaganda.

Deixe seu comentário