Unifesspa entrega bloco multiuso do Instituto de Estudos do Xingu para a comunidade

O novo bloco conta com cinco salas de aula, miniauditório, biblioteca, laboratório de informática, laboratório de Engenharia, salas administrativas e ambientes para professores
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) inaugurou, na sexta-feira (24), as instalações do Bloco Multiuso do Instituto de Estudos do Xingu (IEX), campus de São Félix do Xingu, para a comunidade acadêmica e os demais setores sociais da região. A solenidade de inauguração contou com a presença do reitor, professor Francisco Ribeiro, da diretora do IEX, professora Elaine Ferreira Dias, do deputado federal, Hélio ​​Leite (Democratas), do prefeito, João Cleber (MDB), além de outras autoridades locais e representantes da sociedade civil.

As instalações são destinadas para as atividades de ensino, pesquisa e extensão, além do trabalho administrativo. A área c​o​nta com 1.540,55 metros quadrados​,​ distribuídos em cinco salas de aula, miniauditório, biblioteca, laboratório de informática, laboratório de Engenharia, salas administrativas e ambientes para professores.

Além de ser uma obra moderna e de alta qualidade, o prédio possui uma estrutura sustentável. Foram instaladas placas solares para o aproveitamento de energia solar, ampliando o parque de geração fotovoltaica da Unifesspa. A energia gerada vai abastecer a maior parte da demanda de consumo do prédio, resultando em economia para a Instituição. Desde o processo de licitação até a conclusão, a obra é acompanhada e fiscalizada pela equipe da Secretaria de Infraestrutura (Sinfra) da Unifesspa e também pela Pró-Reitoria de Administração (Proad), cada uma delas dentro de suas competências institucionais.

Nesta ação para a consolidação do campus em São Félix do Xingu, a Unifesspa contou com o apoio do deputado federal Hélio Leite, que atuou diretamente na intermediação para liberação do recurso junto ao Ministério da Educação (MEC), garantindo um Termo de Execução Descentralizada (TED) no valor de R$ 3.170.295,00.

“Quando fui procurado em Brasília, me coloquei à disposição para ajudar o município de São Félix do Xingu. Muitas mãos construíram o que estamos entregando aqui. Foi feito um prédio de qualidade com o dinheiro bem aplicado. Nós só somos fortes se formos no conjunto. Aqui é a perspectiva de um futuro melhor para as nossas famílias”, afirmou o deputado.

O reitor da Unifesspa destacou a importância da articulação da comunidade acadêmica local com os Poderes Executivo e Legislativo em todas as instâncias para garantir recursos e apoio para o desenvolvimento da Universidade.

 “Essas instalações, esses novos prédios, tudo é feito para vocês. Aos alunos, vão fundo na formação de vocês. Aos servidores, agradecemos a dedicação por manter o IEX em pleno funcionamento e atendendo a comunidade acadêmica. A articulação local e regional é fundamental para que possamos continuar a crescer”.

Para a diretora do Campus, Elaine Ferreira Dias, o prédio representa muito mais que um novo e moderno espaço físico. Marca uma nova etapa na história do campus de São Félix do Xingu. “Minha fala aqui é de gratidão a todos que contribuíram para a realização desse sonho. Estamos muito felizes por esta nova fase do IEX. Este não é só um prédio, é a expectativa de muitos se realizando”, disse.

Além da obra pronta, estão sendo instalados os equipamentos, mobiliários e todos os acessórios necessários ao funcionamento dos espaços administrativos, das salas de aula, laboratórios e demais ambientes acadêmicos. O novo espaço é destinado aos cursos de graduação em Letras – Língua Portuguesa, Ciências Biológicas, Engenharia Florestal oferecidos pela Unifesspa, atendendo à demanda reprimida por ensino superior na própria cidade e em localidades vizinhas, como Tucumã, Ourilândia do Norte, Cumaru do Norte e Água Azul do Norte.

(Fonte: Ascom Unifesspa)