Uma mulher presa e dois assaltantes mortos em Canaã dos Carajás

O trio, que vinha aterrorizando na cidade, cometendo assaltos a mão armada, guardava em casa um fuzil 7,62
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Dois homens, até o momento não identificados, mortos, e uma mulher, Daniela Santos Vieira, presa. Esse foi o saldo de ação policial ocorrida por volta e 0h30 desta sexta-feira (12), na Rua São Francisco, Bairro Paraíso das Águas, em Canaã dos Carajás, quando uma guarnição da Polícia Militar tentava prender um trio acusado de estar cometendo vários assaltos a mão armada na cidade.

A Polícia Militar já havia sido informada de que uma dupla armada composta por um casal, onde, ora o homem era um indivíduo gordo, ora era um sujeito magro, estava aterrorizando em vários bairros de Canaã, em uma motocicleta Honda Pop 100, branca, placa QDQ-0421/Canaã dos Carajás-PA.

Na madrugada de hoje, mais uma vez em rondas, uma guarnição recebeu uma ligação do pelo cidadão Oziel da Conceição Santos Cordeiro, denunciando que havia sido vítima de assalto cometido por casal em uma moto em que o homem era um indivíduo gordo e a mulher, magra vestida com uma blusa cor de rosa.       

Oziel contou ainda que, por meio do GPS do celular dele, roubado pela dupla, localizou o endereço dos assaltantes, na Rua São Francisco. Imediatamente, a guarnição se deslocou ao local indicado, encontrando na entrada de uma vila de quitinetes um indivíduo magro, que correu e se abrigou, atirando em seguida contra os policiais militares.

Em resposta, os PMs também atiraram nele, que foi atingido mortalmente. Em seguida, outro indivíduo, este um homem gordo, se abrigou em uma quitinete e, assim como o comparsa, disparou contra os policiais e teve o mesmo fim do primeiro.

Na quitinete os policiais encontraram uma mulher com mas mesmas características informadas por Oziel Cordeiro, com uma criança no colo. Os PMs chamaram o Conselho Tutelar para tomar conta do bebê, enquanto a acusada, identificada como Daniela dos Santos Vieira, era conduzida para a Delegacia de Polícia Civil.

Na quitinete, além a moto, foram encontrados: uma pistola calibre ponto 40, pertencente à Polícia Militar do Pará; um carregador de pistola com duas munições; um fuzil calibre 7,62 com duas munições; um revólver calibre 38 com três munições intactas e três deflagradas; uma imitação de pistola; oito telefones celulares; e vários documentos que provavelmente pertencem a vítimas dos assaltos cometidos na cidade.

(Caetano Silva)