Turmas concluem cursos em Serra Pelada

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Foram meses conciliando a rotina doméstica, trabalho e estudos, mas, a maratona chega ao fim: os cursos profissionalizantes ofertados pela SPCDM em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) e no Centro de Desenvolvimento Comunitário (CDC), em Serra Pelada, encerram suas atividades esta semana.

“Fazer esse curso é um sonho. Não só pra mim, mas pra todos que estão aqui”, diz Marcilene Carneiro, que está terminando o curso de Operador de Equipamentos Móveis. “Esse curso vai servir muito para o meu futuro, espero conseguir trabalhar em alguma empresa e ter uma nova profissão”, completa.

A perspectiva de conquistar um lugar no mercado de trabalho também atraiu Abimael da Silva, de 27 anos, da mesma turma de Marcilene. Para ele, o curso “veio como um presente. É uma oportunidade que temos aqui na Serra Pelada e que agora pode garantir um emprego pra gente. Se não tivesse esse curso, a gente teria que bancar em outra cidade”, afirma.

Os cursos foram oferecidos de forma gratuita no CDC desde o ano passado. Para as formações em Operador de Equipamentos Móveis, Mecânica a Diesel e Eletricista Predial, foram disponibilizadas 110 vagas. Já para o curso de Inclusão Digital, que acontece anualmente, são ofertadas 300 vagas. A intenção é dar oportunidades de acesso à comunidade através de cursos de capacitação, atividades complementares na educação e oficinas culturais.

Para o estudante Leandro Oliveira, o curso de Eletricista Predial ajudou a ampliar os horizontes e a definir um futuro profissional: “Antes eu achava que eu sabia alguma coisa. Agora eu vejo que o que eu sabia era tudo errado. Hoje eu tenho mais segurança com o que eu vou fazer e até posso ajudar em casa. O meu objetivo é ter mais conhecimento da Elétrica e me qualificar melhor para no futuro trabalhar como eletricista com mais segurança”, explica.

Centro já beneficiou mais de 700 pessoas – O encerramento dos cursos marca o início da programação de 2013 do CDC, um espaço de 2,4 hectares, que conta com salas de aula, ateliê e área para educação ambiental. O espaço é um ponto de referência da comunidade e constituiu-se como o principal recurso do distrito, para a possibilidade de uma formação gratuita, para a geração de renda na comunidade, bem como o aperfeiçoamento profissional e o desenvolvimento sociocultural dos moradores.