Notícias

Tragédia paraense no Paraná

Via Franssinete Florenzano O Pará está de luto e em grande aflição. A agência Fantasy Turismo levou um grupo de paraenses, em comboio de três ônibus, para o Congresso da …

Via Franssinete Florenzano
O Pará está de luto e em grande aflição. A agência Fantasy Turismo levou um grupo de paraenses, em comboio de três ônibus, para o Congresso da Sociedade Brasileira de Computação, em Curitiba (PR).

Hoje, no Km 155 da rodovia PR-090, entre os municípios de Ventania e Piraí do Sul, por volta das 7:15 horas, um caminhão invadiu a pista do primeiro ônibus, que desviou para o lado e caiu em uma ribanceira com mais de 50 metros de altura. Havia 52 passageiros. Dez morreram – seis homens e quatro mulheres, ainda não identificados -, e há 26 feridos hospitalizados, entre eles vários funcionários da Prodepa, inclusive o gerente Antônio Marcos Ferreira, que está sendo operado.

O dono da agência, Alexandre Rocha, viu tudo porque estava no ônibus de trás. O motorista do caminhão fugiu.

IML do Pará acompanha o desdobramento do acidente que vitimou paraenses no Paraná

Da Agência Pará de Notícias

O Instituto Médico Legal do Pará está acompanhando o caso do acidente envolvendo um ônibus que saiu de Belém e caiu em uma ribanceira, na PR-151, no trecho entre Piraí do Sul e Ventania (na região de Ponta Grossa), no Paraná, na manhã desta segunda-feira, 16. Até agora, a Polícia Rodoviária Estadual do Paraná confirma a morte de dez pessoas. Outras 40 ficaram feridas.

De acordo com informações repassadas pelo Instituto Médico Legal de Ponta Grossa ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, do Pará, até o momento foram registradas 10 vítimas fatais, mas o ônibus continua tombado. Por isso, só depois de colocarem o veículo de volta à posição normal será possível ter o número exato das vítimas fatais e feridos. Assim que for finalizada a perícia no local, o IML de Ponta Grossa enviará ao CPC no Pará uma lista com os nomes das vítimas, mas a lista oficial só será divulgada após o reconhecimento dos corpos. A liberação só será feita com um documento com foto e a presença de algum familiar da vítima.

O coletivo da empresa A. F. Rocha Turismo levava 52 pessoas que iriam participar do Congresso da Sociedade Brasileira de Computação (CSBC), realizado em Curitiba no período de 16 a 19 de julho. De acordo com as primeiras informações colhidas no local, entre as vítimas estavam estudantes do curso de Ciência da Computação da Universidade Federal do Pará (UFPA) e do Instituto de Estudos Superiores da Amazônia (Iesam). As vítimas foram conduzidas a hospitais nas cidades de Piraí do Sul, Jaguariaíva e Castro. Bombeiros, policiais rodoviários, Instituto Médico Legal e a Defesa Civil permaneciam no local do acidente.

Um comentário em “Tragédia paraense no Paraná

  1. José Antonio Responder

    Lamentável este acidente no estado do paraná com nossos irmãos brasileiros paraense, a todas os familiares desta tragedia envio a todos os meus pesos sentimentos e que Deus dará forças para suportar este momento tão difícil principalmente para aqueles que perderão seus antes queridos, e aos que sobreviveram tenha uma bela recuperação para breve voltara as suas atividades normais, um abraço a todos. DE José Antonio/guaira Estado do Paraná

Deixe seu comentário