Traficante de drogas executado com 15 tiros de pistola em Parauapebas

Na quitinete em que ocorreu o crime foi encontrada grande quantidade de maconha. A Polícia Civil iniciou investigações para apurar mais esse caso de assassinato
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Edson da Silva Lopes, 31 anos, foi executado com pelo menos 15 tiros de pistola calibre 380, por volta das 20h40 de ontem, na quitinete em que morava, na Rua Cora Coralina, Bairro Liberdade. O motivo do assassinato ainda é desconhecido, assim como os executores do homicídio, dois homens que estavam em uma motocicleta. A Polícia Civil instaurou inquérito para elucidar mais esse homicídio em Parauapebas. 

De acordo com vizinhos de Edson, os dois desconhecidos chegaram à quitinete e chamaram pelo nome dele. Ao abrir a porta, o homem foi imediatamente atingido por uma saraivada de balas, sem qualquer chance de reação, e morreu ali mesmo.

As testemunhas dizem ter ouvido 15 estampidos e, no local do crime, a Polícia Militar encontrou 14 cartuchos de calibre 380. Dentro da quitinete os policiais militares encontraram grande quantidade de maconha e seis botijões de gás, que podem ter sido recebidos como pagamento ou fruto de receptação.

Edson Lopes já respondeu processo por tráfico de drogas em Conceição do Araguaia e esteve preso na penitenciária de Redenção; e em Marabá, onde cumpriu parte da pena no Centro de Recuperação Mariano Antunes, de onde saiu em 25 de agosto do ano passado, tendo progredido para o regime semiaberto.

(Caetano Silva)