Esportes

Sob vaias, Paysandu não sai do zero contra o Luverdense pela Série C

Em uma partida com uma expulsão pra cada lado no Estádio Mangueirão, em Belém. Papão não sabe o que é comemorar há seis jogos, enquanto que o LEC segue sem vencer na Série C

Série C não parou para a disputa da Copa América. Neste sábado, no Mangueirão, em Belém, o Paysandu recebeu a equipe do Luverdense e as equipes não tiraram o zero do placar. A partida foi válida pela oitava rodada da terceira divisão do futebol brasileiro.

Com o resultado, o Paysandu, que neste sábado foi comandado pelo auxiliar Marcelo Rocha, alcançou a marca de 10 pontos na tabela de classificação do Grupo B da disputa, permanecendo momentaneamente no G4 da chave. O Luverdense, por sua vez, não conseguiu se livrar da zona de rebaixamento e segue sem vitórias na Terceirona, com seis pontos e campanha de seis empates e duas derrotas.

Na próxima rodada, também no Mangueirão, o Papão faz o principal clássico do Pará contra o Remo, às 20h00 (horário de Brasília) do dia 25. Já a equipe sul-matogrossense recebe, em Passo das Emas, o Atlético Acreano, às 17h00 do dia 23.

O jogo – A etapa inicial foi sonolenta. Sem grandes chances de gol no período, a única oportunidade de perigo saiu aos 11 minutos, após cobrança de falta perigosa de Tiago Luís.

No segundo tempo, novamente o Papão arriscou com o mesmo artifício, aos nove minutos, mas o goleiro Edson fez a defesa. O Luverdense respondeu aos 25, com chutaço de Gabriel Honório, mas a bola foi para fora.

Aos 32 minutos da etapa final, Tony (Paysandu) e Hélder (Luverdense) se envolveram em discussão e acabaram expulsos pelo árbitro.

Na reta final, ambos os times desperdiçaram grandes chances de abrir o marcador. Tardelli aproveitou erro da defesa do Paysandu, mas não conseguiu converter a chance – os donos da casa, no entanto, também jogaram fora uma incrível oportunidade, quando Nicolas se enrolou de frente para o gol e errou a finalização.Após a partida, com o sexto jogo seguido sem vitória, a torcida do Paysandu não escondeu a insatisfação com o time e atirou objetos em direção ao campo, além de hostilizar os jogadores.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe seu comentário