Parauapebas

Show de Beto Guedes no CDC, em Parauapebas, revive clássicos da MPB

Confira as canções imortalizadas na voz do artista, que canta amor, amizade, paz, natureza e é um dos ícones da boa música, embalando a vida real e a ficção desde os anos de 1960.

Faltam poucas horas para que o mineiro Beto Guedes se apresente, a partir das 21 horas desta sexta-feira (24), no Centro de Desenvolvimento Cultural (CDC) de Parauapebas, no Bairro Cidade Nova. A organização do evento, que tem a produção do Blog do Zé Dudu, com apoio da Secretaria Municipal de Cultura e empresas patrocinadoras, espera casa cheia, já que os ingressos para o show estão praticamente esgotados.

Artista multi-instrumentista, Beto Guedes é uma das estrelas da Música Popular Brasileira e, seja como intérprete, seja como autor, embalou — e continua a embalar — corações enamorados pelo país por meio das canções de rádio e, também, das trilhas de novelas, algumas das quais recantadas em verso e prosa por dezenas de outros artistas. Suas músicas falam, além de amor, de amizade, de paz e de natureza.

Beto teve participação fundamental no Clube da Esquina, movimento cultural surgido em Belo Horizonte e que sacudiu o Brasil nos anos de 1960. O Clube da Esquina foi criado por Milton Nascimento e tinha como finalidade, entre outras ações, a troca de informações musicais e experiências, além de muitas composições e participações em discos dos artistas envolvidos.

Sucessos marcantes

Canções como “Maria Solidária” (1977), “Amor de Índio” (1978), “O Sal da Terra” (1981) e “Quando Te Vi” (1984), bastante cantadas em suas épocas e lembradas até hoje, foram sucessos estrondosos. Em 1977, “Lumiar” e “Maria Solidária” estiveram entre as 100 mais tocadas do ano. No ano de 1981, “O Sal da Terra” figurou no 39º lugar, enquanto “Vevecos, Panelas e Canelas” ficou em 94º.

Já a canção “Quando Te Vi” desfilou nas paradas de sucesso tanto em 1983, na 45ª colocação nacional, quanto em 1984, momento em que foi a 74ª música mais executada nas rádios do país. Poucos artistas conseguiram emplacar um mesmo sucesso por dois anos consecutivos no Top Hits da Billboard Brasil. A música de Beto Guedes conseguiu, inclusive, bater os sucessos estrondosos do momento, como “Total Eclipse of the Heart”, de Bonnie Tyler, e “Voo de Coração”, de Ritchie.

Músicas de novelas

Beto Guedes teve, pelo menos, uma dúzia de canções imortalizada nos folhetins de TV. O Blog do Zé Dudu mergulhou no baú musical das novelas, que, entre as décadas de 1970 e 2000, eram responsáveis por procriar grandes hits e fazer de cantores anônimos verdadeiros astros. Na esteira de sua fama, passou a embalar temas de protagonistas, de cenas românticas e situações cotidianas da ficção. Na voz dele puderam ser ouvidas canções desde a novela das seis “Marina”, em 1980, até a minissérie das onze “Os Dias Eram Assim”, em 2017.

Músicas dele na voz de terceiros também foram destaques nas tramas. Um exemplo é “Amor de Índio” que, na interpretação de Roupa Nova, ganhou espaço na trilha da novela “Desejo Proibido”, em 2007. Outra canção que entrou para as tramas foi “Quando Te Vi”, mas na voz da cantora Simony, que emplacou a música em 1997 na novela “Salsa e Merengue”.

Confira a lista de músicas interpretadas por Beto Guedes nas novelas brasileiras!

“Sol de Primavera”, tema de abertura da novela “Marina” (1980)

“Noite sem Luar”, trilha na novela “O Homem Proibido” (1982)

“Quando Te Vi”, trilha na novela “Amor com Amor Se Paga” (1984)

“Tudo em Você”, trilha na novela “Selva de Pedra” (1986)

“Lágrima de Amor”, trilha na novela “Brega & Chique” (1987)

“Olhos de Jade”, trilha na novela “Salomé” (1991)

“Meu Ninho”, trilha na novela “Felicidade” (1991)

“Folia” (participação especial em canção do Boca Livre), trilha na novela “Serras Azuis” (1998)

“Dias de Chuva”, trilha na novela “Meu Bem-Querer” (1998)

“Maria Solidária”, trilha na novela “Coração de Estudante” (2002)

“Sonhando o Futuro”, trilha na novela “Como Uma Onda” (2004)

“Sol de Primavera”, trilha na minissérie “Os Dias Eram Assim” (2017)

3 comentários em “Show de Beto Guedes no CDC, em Parauapebas, revive clássicos da MPB

  1. Anilton Responder

    Que maravilha de biografia, sou fa do artista e desconhecia essas musicas dele nas novelas da Globo!!

Deixe seu comentário