Setran acelera obras de reconstrução e implantação de acostamento na PA-275

A primeira etapa da oba é entre Parauapebas e Curionópolis. A segunda etapa será entre Curionópolis e Eldorado do Carajás
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Com mais de 100 km de extensão, a rodovia PA-275, que dá acesso a BR-155 e PA-160 e é a principal via de ligação entre os municípios de Parauapebas, Curionópolis e Eldorado do Carajás, está passando por obras de reconstrução e implantação de acostamento. Atualmente as equipes da Secretaria de Estado de Transportes (Setran) trabalham na implantação de um novo acostamento na via, que está em etapa de terraplanagem e execução de subleito, processos anteriores à pavimentação.

Serão executados 60 km de acostamento e reconstrução da via. A Ordem de Serviço (OS) foi assinada no mês passado, em Parauapebas, com a presença do governador Helder Barbalho, dando início aos trabalhos na rodovia.

Segundo a Setran, as obras de restauração da PA-275 estão sendo executadas em duas etapas. Primeiro será feita a reconstrução do trecho entre Parauapebas até Curionópolis, com 30 km de extensão, depois, o outro trecho, entre Curionópolis até Eldorado dos Carajás.

O valor total da obra ultrapassa R$ 60 milhões, que são oriundos do tesouro estadual. Segundo o titular da Setran, Pádua Andrade, o governo está trabalhando para melhorar a malha viária do estado e facilitar o escoamento da produção em cada região.

Ele ressalta que PA-275, por exemplo, liga cidades polos da extração de minérios no Pará, uma das principais fontes de recursos financeiros para o estado. A rodovia dá acesso a outras duas estradas importantes, como a BR-155, que liga o município de Marabá, principal cidade do sul e sudeste do Pará; e à PA-160, dando acesso à cidade de Canaã dos Carajás.

“A melhoria da infraestrutura rodoviária é um dos principais investimentos da atual gestão do governo do estado, e trabalhamos com a orientação do governador Helder Barbalho de atingir a meta da melhor qualidade do pavimento, e de entregarmos as obras antes do prazo previsto”, frisou Pádua Andrade.

(Tina Santos- com informações da Setran)