Santana do Araguaia: PM leva vários para a cadeia por assalto, tráfico e receptação de veículos roubados

A ação aconteceu na noite de ontem (13). Além dos acusados, foram recuperados veículos roubados e apreendidos armas, drogas e dinheiro, que seria oriundo do comércio de entorpecentes
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Após prender dois suspeitos de roubo de veículos em Santana do Araguaia, no sul do estado, a Polícia Militar realizou diversas diligências na cidade e área rural do município de Santa Maria das Barreiras, também no sul do Pará, e apreendeu armas, drogas e recuperou veículos roubados. Na ação, também foram presas várias pessoas e apreendidos menores de idade, que foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil, para os devidos procedimentos.   

De acordo com o major Alves, comandante da 30º Companhia Independente de Polícia Militar (30ºCIPM), uma guarnição da Ronda Ostensiva com o Apoio de Motocicletas (Rocam) recebeu, por volta das 20h30h, a informação do soldado Cardoso, relatando que dois suspeitos com as mesmas características dos autores de um roubo de uma moto Biz, de cor vermelha, placa QKK- 8461, ocorrido na última sexta-feira (11), estariam circulando na área comercial da cidade em uma moto preta. Após o informe, durante o deslocamento para averiguação da situação, o mesmo policial retornou a ligação repassando que teria visto os suspeitos passarem novamente na área, agora separados, cada um e um veículo.

Segundo o soldado, o garupa agora conduzia uma moto modelo Biz, de cor branca, e ambos seguiam em sentido a BR-158. Ainda segundo o comandante, a guarnição se deslocou no encalço dos suspeitos e foi repassado por rádio às demais guarnições de serviço sobre o caso.

Uma das vítimas de roubo de motocicleta, do mesmo modelo que um dos acusados pilotava, também acompanhou a guarnição. A viatura seguiu pela BR-158 até a saída da cidade, no sentido trevo viário e outras guarnições fecharam o cerco, para evitar a fuga dos acusados.

O soldado Marcius ficou aguardando próximo ao trevo à passagem dos suspeitos, seguido minutos depois pelo cabo J. Júnior, que se posicionou no 1° quebra molas de entrada da cidade, localizado no Residencial Rio Araguaia. Os militares observaram quando os dois suspeitos do roubo passaram em alta velocidade.

Foi dado início ao acompanhamento destes, sendo que o condutor do segundo veículo, próximo de ser alcançado, perdeu o controle da motocicleta ao passar por buracos da via e foi projetado, junto com o veículo, para fora da pista. Ao cair, ele foi imediatamente detido.

Com o apoio do soldado Gonçalves, que chegou segundos depois, o outro suspeito foi detido pelo soldado Marcius, juntamente com um terceiro elemento. Os três foram conduzidos até à Delegacia de Santana do Araguaia, onde um dos detidos, que é menor de idade, confessou, junto com outro suspeito, ser o autor do roubo do veículo ocorrido no dia 11.

Ele informou que teria deixado a moto em uma residência de propriedade de um homem chamado Gilberto, onde seria a possível base de apoio dos acusados. Foi realizada diligência até o local, onde foram encontrados um simulacro usado nos crimes, assim como outros pertences de roubo recém-cometidos.

Eles informaram, ainda, que estariam levando os veículos para os receptadores de nomes William e vulgo MD, no Distrito de Casa de Tábua, zona rural do município de Santa Maria das Barreiras, vizinho a Santana do Araguaia.

 Segundo o major, diante da continuidade dos fatos, foi ordenador que as guarnições da Rocam e de recobrimento se deslocam-se até a chácara 3 Irmãos, onde William Miguel Sales dos Santos, um dos receptadores aguardava o veículo furtado. No local, foi encontrado em posse do mesmo o veículo roubado no dia 11, além de duas espingardas, uma calibre 20 e outra calibre 36, com munições dos mesmos calibres.

As armas e o veículo foram apreendidos e o acusado preso. Ainda em diligência, as guarnições seguiram até a casa do segundo receptador, vulgo MD, o qual, segundo o menor, estaria com outro veículo roubado. Ao chegar à casa de MD, ele não foi encontrado.

O menor então indicou que, próximo dali, havia outro local onde ele poderia estar. No endereço citado, as guarnições observaram se tratar de um ponto de venda de drogas, devido a grande movimentação de usuários que, ao perceber a aproximação das viaturas, empreenderam fuga.

Alguns foram alcançados e detidos de posse de entorpecentes adquiridos no local. De acordo com o major Alves, diante da situação de flagrante, as guarnições adentraram na casa no intuito de encontrar MD e fazer a averiguação de tráfico de drogas.

Nas buscas realizadas no interior do imóvel, foram encontradas grande quantidade de entorpecentes diversos (cocaína, crack, maconha e drogas sintéticas), além de um revólver calibre 38 com, com três munições intactas; um arma de fabricação caseira calibre 22; um caderno de contabilidade de vendas de drogas; bijuterias; e R$ 944,00 em espécie (notas e moedas).

Comprovado o crime de tráfico de drogas, foi dada voz de prisão à dona do imóvel, identificada como Palmira e a irmã dela, identificada como Kalita, que assumiram o crime. Também foram detidos três usuários, sendo um menor de idade.

Desse local, o menor apreendido anteriormente informou o possível local onde estaria outro veículo produto de roubo. As guarnições seguiram até o novo endereço, onde estava um possível terceiro receptador, de prenome Júnior, com quem foi encontrada uma moto Biz 125, de cor preta e placa MWR-4525, que estava próxima de um pequeno barracão de madeira.

Segundo o major, nesse local, o acusado fazia plotagem dos veículos, descaracterizando-os para à venda. Foram apreendidos os equipamentos utilizados para esse fim (soprador térmico, adesivos de plotagens de cores diversas, espátulas e peças de motos) e um carregado de pistola .40, o qual Júnior não soube esclarecer a origem.

Ele também disse não souber onde e com quem adquiriu o veículo, que afirmou ter comprado há cerca de uma semana. Ao verificar via Infoseg, constatou-se tratar de veículo com emplacamento do município de Santana do Araguaia.

Júnior recebeu voz de prisão e, juntamente com os outros detidos, foi levado para a Delegacia de Santana do Araguaia. O comandante ressalta que, como era muita gente, foi necessário fazer o uso de algemas em alguns, visando salvaguardar a integridade física dos policiais.

(Tina Santos)

Publicidade