Rotary e Conjove se unem e entregam cestas natalinas a famílias carentes da periferia

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Por Eleutério Gomes – de Marabá

Casados na vida e unindo a todos na solidariedade. Foi assim que Isabela Mendes Lobato Reis, presidente do Rotary Club de Marabá, e Caetano Reis Neto, presidente do Conjove (Conselho de Jovens Empresários) e também rotaryano, que, como membros do clube de serviços, participam de ações beneficentes o ano inteiro, decidiram que seria o final de 2017. Para isso, juntaram as duas entidades para amenizar o sofrimento de 70 famílias extremamente carentes de Marabá.

Há cinco anos o Conjove realiza o Natal Solidário, o primeiro foi na Vila Café, localidade que fica logo após o Distrito Industrial, já na Zona Rural de Marabá. Os demais aconteceram na Praça Duque de Caxias, centro do Núcleo Pioneiro, em frente à Acim (Associação Comercial e Industrial de Marabá), em festa para a criançada carente dos bairros adjacentes.

Neste ano, porém, Isabela, que à frente do Rotary conseguiu montar 30 cestas natalinas, propôs a Caetano que as duas entidades realizassem a ação juntas, o que foi aceito tanto por ele quanto pelos demais integrantes do Conjove, vários deles também rotaryanos.

Cestas Rotary Conjove (1)

“O Conjove, ao longo de 2017, vem fazendo uma poupança em cada ação realizada no comércio local. Assim, conseguimos montar 40 cestas natalinas, que, somadas às do Rotary, totalizam 70. São cestas com bastante itens que, com certeza, vão ajudar as famílias agraciadas e ajudá-las a ter um Natal com um pouco mais de alimento na mesa”, detalha Caetano Reis.

A distribuição acontecerá em duas etapas. No próximo dia 21, quinta-feira, os jovens empresários do Conjove, acompanhados dos membros do Rotary, se deslocarão até bairros afastados do Núcleo Cidade Nova, como Bela Vista, Bom Planalto e outros, onde farão uma busca ativa de famílias em estado de extrema pobreza que serão socorridas com 40 cestas básicas.
“Iremos de rua em rua, identificando visualmente residências, conversando, perguntando e, sempre que localizarmos uma família realmente necessitada, entregaremos a ela uma cesta natalina”, afirma Caetano, que é filho de ex-rotaryanos.

No dia 22, sexta-feira, os membros do Rotary, acompanhados de integrantes do Conjove, entregarão 30 cestas a igual número de famílias muito carentes indicadas pelo CTA (Centro de Testagem e Aconselhamento), que atende soropositivos portadores de HIV, e pela Seasp (Secretaria Municipal de Assistência Social).

“Cada pessoa beneficiada pelos nossos programas entende muito bem que a nossa organização existe para fazer a diferença no mundo”, afirma Isabela, sobrinha e neta de rotaryanos, complementando: “O Rotary também faz a diferença na vida dos rotarianos. Somos pessoas melhores porque seguimos princípios que se baseiam na missão e nos objetivos do nosso clube de serviços”.

Publicidade