Remo empata com o Brasil de Pelotas fora de casa pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B

O time gaúcho teve dois gols anulados pelo VAR e, com o empate, saiu da lanterna, enquanto que o Leão é o 12°, com 27 pontos
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Remo conquistou um ponto fora de casa, diante do Brasil de Pelotas (Foto: Sandro Galtran/Ascom Remo)

Continua depois da publicidade

O Clube do Remo entrou em campo na noite desta sexta-feira (27) pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Atuando diante do Brasil de Pelotas, o Leão Azul ficou no empate por 1 a 1 no Estádio Bento Mendes de Freitas, em Pelotas. Com o resultado, os azulinos seguem na 12ª posição, tendo 27 pontos somados, enquanto o Xavante saiu da lanterna, ocupando apenas o 19° lugar, com 14 pontos.

Os dois gols foram marcados no primeiro tempo. O Brasil de Pelotas abriu o placar com Erison, que recebeu cruzamento da esquerda e bateu de primeira para o fundo do barbante do goleiro Vinicius, aos 29 minutos. O Leão Azul empatou quando Victor Andrade cruzou e Lucas Tocantins cabeceou para o gol, aos 38 minutos.

O Clube do Remo volta a campo diante do Botafogo (RJ) no próximo sábado (4), às 16h30, no Estádio Evandro Almeida, o Baenão, em Belém. O duelo será válido pela 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. 

O jogo: Leão arrancou um ponto fora de casa!

A primeira chegada foi do Brasil de Pelotas, quando Rômulo ajeitou no peito e chutou, o goleiro Vinícius defendeu para o Remo. O Leão deu a resposta imediata, quando Igor Fernandes pegou uma sobra de bola e chutou por cima da meta do goleiro Matheus Nogueira. O Xavante voltou a atacar quando Vidal recebeu e chutou cruzado, mas o goleiro Vinícius espalmou para escanteio.

Em outra descida do time Gaúcho, Rildo tocou para Kevin, que cruzou, a zaga remista cortou e a bola sobrou para Rildo, que chutou para fora. O time da casa chegou lá: Kevin cruzou da esquerda e o atacante Erison bateu de primeira, mandando para o fundo do barbante do goleiro Vinícius, 1 a 0, aos 29 minutos. Netto arriscou de fora da área e Vinícius espalmou para o Leão.

O Remo finalmente chegou com Felipe Gedoz, que cobrou escanteio para a cabeçada de Lucas Tocantins; a bola passou por cima da meta do goleiro Matheus Nogueira. Logo em seguida, Victor Andrade fez a finta no adversário e cruzou para a cabeçada de Lucas Tocantins – a bola foi parar no fundo do gol, aos 38 minutos, 1 a 1. O Brasil chegou a marcar com Netto, mas o VAR entrou em ação e a arbitragem anulou o gol por impedimento de Kevin na jogada, aos 43 minutos.

No segundo tempo, Netto recebeu e chutou para fora na primeira chegada do Brasil de Pelotas. No lance seguinte, Rildo recebeu na área, tentou se livrar do goleiro Vinícius, mas chutou para fora. O Remo teve a chance com Felipe Gedoz, que também finalizou para fora. O Xavante tentou o segundo com Netto – ele chutou na diagonal e o goleiro Vinícius defendeu. O Leão respondeu depois que Warley cruzou para a cabeçada de Victor Andrade, mas a bola foi nas mãos do goleiro Matheus Nogueira. 

O jogo era lá e cá. Rafinha arriscou de fora da área, mas a bola se perdeu pela linha de fundo. Era mais uma chegada do Leão. O Brasil de Pelotas voltou à frente em um belo gol de Rildo, mas a arbitragem acabou pegando uma falta do meia em cima do volante Arthur, do Remo, e anulou o gol com a ajuda do VAR. Rildo acabou levando cartão vermelho por já ter o amarelo, aos 22 minutos. 

Com um jogador a mais, o Remo foi pra cima. Felipe Gedoz arriscou de longe e mandou para fora. Warleu cruzou da direita e Felipe Gedoz cabeceou perto da meta do goleiro Matheus Nogueira. O atacante Rone tentou marcar para o Xavante, mas chutou em cima do goleiro Vinícius. Rafinha tentou a virada para o Remo e chutou de longe pela linha de fundo. O Leão voltou ao ataque com Jefferson, que deu passe para Renan Gorne, mas finalizou para fora.

Na reta final de jogo, Jefferson finalizou de longe, a bola desviou e ficou com o goleiro Matheus Nogueira. O Leão teve uma cobrança de falta ensaiada, Marlon chutou e a bola passou perto da meta do Xavante. Aos 49 minutos, Renan Gorne cometeu falta mais dura e foi expulso de campo. Placar final: Brasil de Pelotas 1 x 1 Remo.

FICHA TÉCNICA

BRASIL DE PELOTAS: Matheus Nogueira; Vidal, Ícaro, Arthur Henrique e João Siqueira; Diego Gomes, Rômulo, Rildo, Kevin (Rone) e Netto; Erison (Luiz Fernando).
Técnico: Cléber Gaúcho

REMO: Vinícius; Warley, Kevem, Rafael Jansen e Igor Fernandes (Marlon); Anderson Uchôa, Arthur (Renan Gorne) e Lucas Siqueira (Marcos Júnior); Felipe Gedoz, Lucas Tocantins e Victor Andrade (Jefferson).
Técnico: Felipe Conceição

  • Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)
  • Assistente 1: Carlos Henrique Alves de Lima Filho (RJ)
  • Assistente 2: Andrea Izaura Maffra Marcelino de Sá (RJ)
  • Árbitro do VAR: Pathrice Wallace Corrêa Maia (RJ)
  • Cartões amarelos: Rildo e Vidal (Brasil de Pelotas); Warley, Kevem e Igor Fernandes (Remo)
  • Cartão vermelho: Rildo (Brasil de Pelotas)
  • Gols: Erison, aos 29 minutos do 1° tempo para o Brasil de Pelotas; Lucas Tocantins, de cabeça, aos 38 minutos do 1° tempo para o Remo
  • Local: Estádio Bento Mendes de Freitas, em Pelotas 

Por Fábio Relvas