Remo e Guarani ficam no empate sem gols no Baenão pela sexta rodada da Série B

Foi o segundo empate seguido do Leão Azul dentro de casa, que deixou o time na 13ª posição
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Dioguinho, do Remo, foi muito marcado em campo e ainda foi expulso no final da partida (Foto: Samara Miranda)

Continua depois da publicidade

O Clube do Remo voltou a empatar sem gols dentro de casa, dessa vez diante do Guarani (SP), pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. A partida foi realizada na noite desta terça-feira (22), no Estádio Evandro Almeida, o Baenão, em Belém, deixando o Leão Azul apenas na 13ª posição, com seis pontos na tabela de classificação, e se distanciando do pelotão de cima. 

O próximo compromisso do Remo será contra o líder Náutico (PE), no sábado (26), às 21h, no Estádio Eládio de Barros Carvalho, o Aflitos, em Recife, partida que será válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. 

O jogo: partida equilibrada, mas nada de gols! 

Logo aos dois minutos de jogo, o zagueiro Carlão, do Guarani, dividiu uma bola com o atacante Edson Cariús do Remo e acabou levando a pior. O jogador foi substituído por Ronaldo Alves. O atacante Davó recebeu lançamento e chutou cruzado uma bola que passou muito perto da meta do goleiro Vinícius, quase marcando o primeiro gol da equipe paulista. Mais uma vez o Bugre chegou com perigo quando Pablo recebeu na área e tocou para Andrigo, que chutou para fora. 

O Leão Azul respondeu com Dioguinho, que fez boa jogada pela direita e rolou para o chute de Lucas Siqueira, mas o goleiro Gabriel Mesquita espalmou para escanteio. O time azulino tentou pela direita novamente com Rafinha, que cruzou na área e a defesa do Bugre conseguiu fazer o corte. A pressão era azulina. Thiago Ennes cobrou escanteio, o goleiro Gabriel Mesquita dividiu com Dioguinho; a bola sobrou para Vinícius Kiss, que deu passe para Rafinha, mas Diogo Mateus conseguiu cortar para o Guarani.

O Bugre foi para o ataque com Andrigo pela direita, tentando cruzar, e Igor Fernandes cortando para os remistas. O Leão chegou com Dioguinho, que fez um carnaval na defesa adversária, mas acabou finalizando para fora. No segundo tempo, o time bugrino chegou com muito perigo quando Rodrigo Andrade arrancou com a bola dominada e soltou o pé – a redonda bateu no travessão do goleiro Vinícius. 

Mais uma vez, Rodrigo Andrade chegou com a bola dominada e fez lançamento para Andrigo pela direita, que chegou batendo para a boa defesa do goleiro Vinícius. A pressão era do Bugre, indo ao ataque com Andrigo. O meia deu passe para Davó, que bateu cruzado e a bola passou na frente da meta do Leão. O Remo deu o troco: Dioguinho deu bom lançamento para Renan Gorne, que chutou para a defesa do goleiro Gabriel Mesquita.

O Leão teve escanteio e, após a cobrança, Felipe Gedoz pegou uma sobra de bola, quase mandando para fora do Estádio Baenão. O Guarani quase marcou com a dupla que havia acabado de entrar no jogo. Índio deu passe para Allanzinho, que chutou firme para a defesa do goleiro Vinícius. O time paulista novamente assustou com Índio, que bateu para o gol e a bola passou muito perto da trave azulina. O atacante do Remo, Dioguinho, acertou o rosto de Bidú do Bugre e acabou expulso diretamente. Placar final: Remo 0 x 0 Guarani.

FICHA TÉCNICA

REMO: Vinícius; Thiago Ennes, Romércio, Kevem (Fredson) e Igor Fernandes; Vinícius Kiss (Arthur), Lucas Siqueira e Rafinha (Renan Gorne); Jefferson (Gabriel Lima), Dioguinho e Edson Cariús (Felipe Gedoz).
Técnico: Paulo Bonamigo 

GUARANI: Gabriel Mesquita; Diogo Mateus, Thales, Carlão (Ronaldo Alves) e Bidú; Bruno Silva, Rodrigo Andrade e Andrigo (Índio); Davó (Lucão do Break), Júlio César (Allanzinho) e Pablo (Matheus Souza).
Técnico: Daniel Paulista

  • Árbitro: Antônio Magno Lima Cordeiro (CE)
  • Assistente 1: Renan Aguiar da Costa (CE)
  • Assistente 2: Eleutério Felipe Marques Junior (CE)
  • Quarto Árbitro: Ignacio José de Almeida Pedro (PA)
  • Cartões amarelos: Igor Fernandes e Felipe Gedoz (Remo); Thales e Diogo Mateus (Guarani)
  • Cartão vermelho: Dioguinho (Remo)
  • Local: Estádio Evandro Almeida, o Baenão, em Belém 
Por Fábio Relvas