Internet de qualidade é WKVE Liga você ao mundo!
Canaã dos Carajás

Quadrilha invade fazenda, faz família refém e foge levando carros e outros bens

Bastante agressivos, os bandidos amarraram as vítimas e agrediram idosos e crianças. Entre os envolvidos está um foragido do CRRAMA, que já foi recapturado.

Era por volta das 21h de sábado (14), quando uma fazenda localizada na Zona Rural de Canaã dos Carajás foi invadida por uma quadrilha que usava pelo menos dois tipos de armas de fogo, entre elas, uma espingarda calibre 12. Para as vítimas, o momento foi de terror. Por alguns minutos que mais pareciam horas, sete pessoas, entre elas, idosos e crianças, ficaram sob a mira das armas. Amarradas e agredidas a todo instante, as vítimas viam seus pertences serem subtraídos por, pelo menos, cinco homens, quatro deles usavam balaclava (capuz que cobre até os ombros) para esconder o rosto.

Segundo depoimento de algumas vítimas, mesmo sem que esboçassem qualquer reação, os bandidos agiam com muita violência além de fazer inúmeras ameaças a todo o momento. “Uma vítima contou que eles eram muito agressivos, batiam nos idosos, pisavam nas pernas das crianças”, disse o Investigador de Polícia Civil Heyder Nunes.

Para chegar até a propriedade, localizada a cerca de 50 quilômetros do núcleo urbano, os criminosos usaram um único carro. Após render toda a família, eles fugiram levando dois veículos, uma camionete Hilux e uma picape, computadores, celulares, joias e até panelas, entre outros objetos. Na estrada, a camionete parou de funcionar e foi abandonada a 70 quilômetros de Marabá.

No domingo, a picape, conduzida por Bruno Batista Nascimento da Silva, 22 anos, também apresentou defeito. Seguranças de uma empresa privada suspeitaram da sua atitude e chamaram a Polícia Militar, que conduziu o suspeito até a delegacia de Canaã.

Veja também:  Assaltante de banco foragido do Maranhão é preso em Canaã dos Carajás

Ao ser apresentado, Bruno se identificou com outro nome e disse ser menor de idade, mas ao ir mais afundo nas investigações, a Polícia Civil descobriu que se tratava na verdade de um foragido do CRRAMA (Centro Regional de Recuperação Agrícola Mariano Antunes), em Marabá, onde cumpria pena por roubo desde 2017. “Ele chegou aqui falando que era menor, mas a gente descobriu que ele já tem 22 anos e que integrava um grupo de detentos que fugiu do CRRAMA no dia 7 de abril deste ano”, destacou Heyder.

Os dois veículos, entre outros objetos foram recuperados. Bruno vai ser levado de volta ao presídio onde deve continuar cumprindo sua pena por roubo acrescentado do assalto cometido no último fim de semana.

Em seu depoimento, o assaltante disse que todos os membros da quadrilha residem no município de Parauapebas.  A polícia continua investigando o caso para prender o restante da quadrilha. “Depois que ele abandonou o veículo, alguns seguranças de uma empresa privada suspeitaram da atitude dele e o detiveram até a chegada da polícia militar. Os outros bandidos fugiram em direção ao município de Parauapebas. Ele chegou a falar nomes dos comparsas. Nós já estamos investigando para tentar identificar e prender os demais envolvidos nesse assalto”, concluiu Heyder.

Deixe uma resposta