PSOL ingressa com pedido de impeachment de Pazuello

Ação foi subscrita pela bancada do partido na Câmara dos Deputados
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Eduardo Pazuello (E), ministro da Saúde, em live com o presidente Bolsonaro (D)

Continua depois da publicidade

Brasília – Se depender do PSOL, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello não pode mais conduzir a pasta. A bancada do partido na Câmara dos Deputados, ingressou no Supremo Tribunal Federal (STF) com um pedido de impeachment do ministro. A ação foi subscrita pela deputada federal Vivi Reis (PSOL-PA). Veja a íntegra da ação aqui.

Invalid URL for PDF Viewer

De acordo com a deputada federal, Vivi Reis, “o que temos observado é uma violação sistemática das leis por parte do ministro, que vem cometendo crimes de improbidade administrativa e de responsabilidade, ressaltando que esse tipo de conduta não é um fato isolado, mas uma característica do governo Bolsonaro”, acusou.

Deputada Vivi Reis (PSOL-PA)

O documento pedindo o impeachment do ministro foi protocolado na quarta-feira (20). No mesmo dia, Vivi, junto com os demais deputados do PSOL, pediram à Justiça Federal e foram atendidos, a retirada da internet do aplicativo TrateCov, uma plataforma lançada há uma semana pelo Ministério da Saúde e que incentivava a população a fazer uso de medicamentos comprovadamente ineficazes contra a Covid-19, como a cloroquina, hidroxicloroquina e azitromicina e outros elixires sem qualquer comprovação de eficácia cientifica.

O ministro “se mudou” para Manaus (AM) na segunda-feira (25), prometendo só voltar à Brasília quando o caos na cidade for equacionado.

“O Ministro da Saúde está colocando a vida das pessoas em risco. É um abuso de poder, um ato de negacionismo científico incompatível com um servidor público, ainda mais quando sabemos que o único objetivo disso é justificar a agenda política de um governo de morte, como o de Bolsonaro. É criminoso levar a população a acreditar que existe alguma forma de tratamento precoce da Covid-19, quando sabemos que apenas garantindo a vacinação para todas e todos poderemos combater a doença eficientemente”, afirma a deputada.

O PSOL não está só, a Rede Sustentabilidade peticionou na quarta-feira (20), também no STF requerendo o imediato afastamento do ministro da Saúde Eduardo Pazuello.

O pedido foi feito no âmbito de ação relatada pelo ministro Ricardo Lewandowski que trata das medidas de vacinação contra a covid-19 do governo Federal.

A Rede alega “diversos equívocos, incluídos os de logística, na condução das atividades ministeriais durante a pandemia do coronavírus, que, infelizmente, causaram a morte de mais de 215.000 cidadãos brasileiros, sendo que alguns não tiveram sequer a chance de lutar pela vida, por não terem oxigênio”, diz trecho da ação.

Na petição, o partido também requer que o governo Federal especifique o estoque de oxigênio disponível no sistema de saúde do Brasil e, em especial, dos Estados da região Norte, inclusive fazendo referência a Estados que tenham feito pedido específico de auxílio ao ministério da Saúde.

E que o governo apresente, em no máximo 24h, um planejamento para disponibilização de oxigênio aos Estados do Norte e faça o provisionamento imediato de oxigênio nas regiões em que houver insuficiência ou mera perspectiva de ausência nos próximos 30 dias.

Processo: ADPF 754

Veja a petição aqui.

Reportagem: Val-André Mutran – Correspondente do Blog do Zé Dudu em Brasília.

Tags:
#Política #Justiça #Saúde #Impeachment #Pandemia #Brasil