Presos confessam assassinato por espancamento dentro da delegacia em Parauapebas

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Casos de delegacias com superlotação de presos no Pará não é mais novidade. Um dos resultados disso, no município de Parauapebas, foi o espancamento – até a morte – de um dos detentos.

Luís C. M. P., que chegou a trabalhar como segurança em festas, foi assassinado depois de ter sido reconhecido pelos detentos que dividiam a cela com ele. Em depoimento à polícia, os presos confessaram o crime e assumiram, ainda, que todos os 57 que estão na cela participaram do espancamento.

A vítima foi presa no último final de semana por porte ilegal de armas e já tinha passagem na polícia. Ele respondia por um homicídio cometido em 2007.

O corpo da vítima foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Marabá, onde passará por necropsia.

Fonte: José Neves – O Liberal

Publicidade