Preso no Maranhão homem acusado de ter matado a mulher em Tucumã no ano passado

Ele matou a mulher com um golpe de machado na cabeça e sumiu da cidade. Hoje foi capturado da cidade maranhense de Eugênio Barros
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Acusado de ter matado, com um golpe de machado, a companheira dele, Martinha Pereira César, em 5 de junho do ano passado, em Tucumã, foi preso pela Polícia Civil, nesta quinta-feira (28), na cidade de Eugênio Barros, no Maranhão, Antônio Oliveira da Silva. Com a prisão preventiva decretada pela Justiça Paraense, ele fugiu do Pará e hoje foi capturado com apoio do Grupo de Pronto Emprego da Polícia Civil de Presidente Dutra (MA) e deve ser recambiado em breve para penitenciária paraense.   

O crime ocorreu no Setor Maracanã, em Tucumã, e foi descoberto pela curiosidade dos vizinhos, que notaram a casa em silêncio o dia todo e chamaram a Polícia Civil. Quando os policiais entraram no imóvel constataram que a mulher estava morta. Logo depois, eles encontraram, jogado no matagal, o machado usado para matar Martinha, ainda com as marcas do sangue da mulher. Depois desse dia, Antônio nunca mais foi visto na cidade, onde o crime causou muita revolta e comoção.

(Colaborou o repórter Jucelino Show, de Tucumã)  

Publicidade