Parauapebas

Preso em S. Félix vigilante que matou adolescente por motivo fútil há 6 anos

A Polícia Civil do Pará, com apoio da 20ª Seccional de Parauapebas, deu cumprimento, em São Félix do Xingu, a Mandado de Prisão Preventiva expedido pela 2ª Vara Criminal local contra Ednilton Medeiros Costa. Ele é apontado como autor do homicídio que vitimou Daisy Zague Moura, de 15 anos, em 27 de setembro de 2013.

O assassinato ocorreu por volta das 5 horas da madrugada daquele dia, há quase seis anos, na Rua 11, Bairro Cidade Nova.

A adolescente Daisy Moura seguia em uma moto, em companhia dos amigos Maiqson Machado da Silva, o “Max”, e Maurício, pela Rodovia PA 275, em direção ao Hospital Municipal, para visitar uma pessoa amiga vítima de acidente.

Antes de dobrar à direita para pegar a Rua 11, o piloto da motocicleta, “Max”, produziu dois estampidos – semelhantes a tiros – com o cano de descarga da moto, em movimento.

Max contou que fez os dois “disparos”, um antes e outro após ultrapassar outra moto, porque reconheceu o amigo Darlan Alves Vieira, conhecido como “Leôncio”, que trafegava na garupa da motocicleta conduzida por Ednilton.

Irritado com os estampidos, o vigilante saiu em perseguição à motocicleta pilotada por Max, que conduzia Daisy e Maurício, chegando a trafegar numa rua na contramão.

Ao encontrar com o trio, de acordo com Darlan Vieira, Ednilton efetuou três disparos de revólver em direção aos jovens, um dos quais atingiu a nuca da adolescente, que chegou a ser socorrida e levada ao Hospital Municipal, de onde foi transferida para o Hospital Regional de Marabá, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. (Caetano Silva)

Deixe seu comentário