Presidente da Câmara de Marabá não descarta um terceiro mandato na presidência da Casa

Em coletiva aos meios de Comunicação locais, Pedro Corrêa Lima (DEM), reeleito em 15 de novembro para o terceiro mandato consecutivo, pretende repetir a façanha como presidente da CMM
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Em coletiva aos meios de Comunicação locais, concedida na manhã desta segunda-feira (14), o presidente da Câmara Municipal de Marabá (CMM), vereador Pedro Corrêa Lima (DEM), disse que, apesar de atípico, por causa da pandemia de covid-19, o ano de 2020 foi promissor para o Legislativo marabaense. Ele lembrou que a CMM foi a primeira na região a realizar sessões remotas, possibilitando assim com que os trabalhos não sofressem paralisação.

“Felizmente, pudemos chegar no final do ano contabilizando vários trabalhos nesta Casa. Para vocês terem uma ideia, nós deliberamos mais de 1.200 matérias, entre projetos de leis ordinárias, requerimentos, sessões solenes e outros”, destacou Pedrinho, como também é conhecido o presidente da CMM.

Indagado sobre especulações dando conta de que seu nome estaria sendo cogitado para mais uma vez presidir o Legislativo, Pedrinho, que está encerrando seu segundo mandato consecutivo na presidência da Casa, disse que o próximo presidente, como é do conhecimento de todos, será escolhido no dia 1º de janeiro de 2021, por meio de votação realizada entre os 21 vereadores.

Afirmou, porém, que vai fazer uma avaliação e, provavelmente, se candidatará à presidência novamente, “até porque a Lei Orgânica do Município e o Regimento Interno da Câmara permitem isso”, para que possa dar continuidade ao trabalho que vem realizando e que, tem certeza, “tem sido bastante promissor para a cidade de Marabá”.

Pedro falou sobre a importância da harmonia com o Poder Executivo, o que tem conseguido à frente do Legislativo, e disse esperar que na legislatura que se inicia em 2021 essa afinação continue a acontecer.

Indagado sobre os novos vereadores eleitos em 15 de novembro passado, cinco dos quais sem qualquer experiência legislativa, Pedrinho destacou que um dos grandes avanços da legislatura que se encerra, quando o Legislativo, teve uma injeção de modernidade, foi a criação da Escola do Legislativo de Marabá, que tem entre suas atribuições preparar para o mandato os que chegam à Casa após eleitos.

Instado a falar a respeito da reta final dos trabalhos de 2021, Pedro Corrêa salientou que a Câmara ainda tem sob sua responsabilidade este ano a realização da Audiência Pública da Lei Orçamentária para 2021, que acontece amanhã, terça-feira (15) e a aprovação do Orçamento, que ocorre na sessão do dia 22, a última do ano, quando será colocado em votação Projeto de Lei de autoria do Executivo, que altera a alíquota do recolhimento para o Ipasemar (Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores Públicos do Município de Marabá), de 11% para 14%, que hoje tramita nas comissões responsáveis pelo assunto.            

Como mensagem final ao povo marabaense, Pedro Corrêa Lima agradeceu à população de Marabá, por ter a ele confiado um terceiro mandato e disse que quem o conhece sabe que ele é comprometido com o serviço público, lembrando que tem 26 anos de vida pública: “Não resta dúvida de que 2021 vai ser um ano promissor. A gente espera que a vacina [contra a covid-19] venha o mais rapidamente possível para que nós possamos desempenhar todas as nossas atividades. Não tenho dúvida de que a população de Marabá vai se orgulhar muto mais ainda, porque a gente tem energia, disposição e sabe que ela espera muito dos 21 vereadores, do prefeito, do vice-prefeito e dos secretários. E, com essa harmonia, tenho certeza de que teremos um ano muito próspero”.

Por Eleuterio Gomes – Correspondente do Blog do Zé Dudu em Marabá