PRÊMIO GESTOR DA MERENDA ESCOLAR

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A ONG Ação Fome Zero realizou no dia 10 de dezembro de 2008 a cerimônia de premiação da 5ª edição do Prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar, com a participação do Presidente Lula, da Primeira-Dama e presidente de honra da Ação Fome Zero.
Este ano chegou-se ao número recorde de 1.022 municípios inscritos e 24 premiados.
A cerimônia de premiação das prefeituras que se destacaram por desempenhar uma boa gestão do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE) em 2007, aconteceu no dia 10 de dezembro ao meio dia no Hotel Brasília Alvorada, em Brasília (DF). A cerimônia contou com a presença do senhor Luiz Inácio Lula da Silva, presidente da República, da senhora Marisa Letícia Lula da Silva, presidente de honra da Ação Fome Zero, de ministros de Estado e outras autoridades, além de empresários associados à Ação Fome Zero. As prefeituras premiadas foram:
Geral:

Conchal (SP) – Desenvolvimento Educacional do Aluno
Rio de Janeiro (RJ) – Capitais e Grandes Cidades
Capitão Enéas (MG) – Semi-Árido
Coimbra (MG) -Valorização Profissional das Merendeiras
Paragominas (PA) – Merenda Indígena e/ou Quilombola
Região Norte:
Guaraí (TO) – Desempenho Administrativo-Financeiro
Castanhal (PA) – Desenvolvimento Local
Paragominas (PA) – Eficiência Nutricional
Oriximiná (PA) – Participação Social
Prêmio Gestor Eficiente da Merenda Escolar
O que é?
Atividade de avaliação, seleção e divulgação de boas gestões públicas municipais do PNAE.

Qual é o objetivo?
O objetivo deste Prêmio é destacar os prefeitos que realizam gestões criativas e responsáveis do PNAE e disseminar estas boas práticas, de forma que sejam conhecidas e sirvam de referência para outras prefeituras do país.

Em que contexto está inserido?
O Prêmio é uma das ações Projeto Gestão Eficiente da Merenda Escolar que tem como objetivo contribuir para que os recursos públicos do PNAE sejam efetivamente gastos em merenda de qualidade, na quantidade e regularidade necessárias para o desenvolvimento dos alunos da rede pública de ensino do País.