Prefeitura de Parauapebas vai alugar caminhões por quase R$ 5 mi para atender colonos

Licitação prevê locação de 12 caminhões de carroceria, um de plataforma e um miniônibus. Iniciativa visa atender 227 famílias que produzem 1.400 toneladas de commodities do campo.
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Sob alegação da necessidade de possibilitar o escoamento da produção do campo e fazê-la chegar ao Centro de Abastecimento de Parauapebas (CAP), a administração do prefeito Darci Lermen iniciou, por meio da Secretaria Municipal de Produção Rural (Sempror), uma licitação milionária que visa ao aluguel de 13 caminhões (12 de carroceria e um de plataforma) e um miniônibus durante 12 meses. As informações foram levantadas com exclusividade pelo Blog do Zé Dudu nesta segunda-feira (29), a dez dias da abertura da licitação, cuja modalidade é o pregão.

O edital do certamente, disponível aqui, revela que a locação dos veículos tem custo estimado em R$ 4.775.877,84. Nas contas da Sempror, 227 famílias de produtores de pelo menos 12 comunidades rurais serão beneficiadas pela iniciativa. A pasta da Produção Rural também calcula que a produção média de commodities agrícolas é de 1.400 toneladas.

O texto de justificativa da licitação assinado no último dia 13 de março pelo titular da Sempror, Eurival Martins Carvalho, argumenta sobre a “dificuldade de transporte no meio rural, principalmente devido ao alto preço do frete ao produtor rural, que queira contratar de forma individual o transporte de sua produção”.

Conforme apresentado na última prestação de contas bimestral da Prefeitura de Parauapebas, a agricultura tem dotação orçamentária estimada em R$ 21,5 milhões este ano, sendo que em torno de R$ 5 milhões estão previstos para serem destinados à promoção da produção agropecuária e outros R$ 15,9 milhões, ao abastecimento.

Relacionados