Prefeitura de Marabá busca empresa para fazer reparos na estrutura física da Saúde

Administração de Tião Miranda planeja usar R$ 1 milhão para reformar prédios vinculados à SMS, com a finalidade de garantir conforto e bem-estar a usuários dos equipamentos públicos.
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

O prefeito Tião Miranda, conhecido como “o homem das obras”, ordenou licitação, na modalidade de registro de preços, para contratar uma empresa que realize serviços emergenciais nos prédios vinculados à Secretaria Municipal de Saúde (SMS) da Prefeitura de Marabá. O governo local estima gastar até R$ 1.002.536,82 com a empreitada, cujas propostas comerciais serão conhecidas apenas na manhã do dia 23 de setembro, na Secretaria Municipal de Viação e Obras Públicas (Sevop). O processo licitatório está disponível aqui.

A ideia da administração de Marabá é usar esse dinheiro na reforma dos prédios da SMS, em serviços de pintura e reparos, a fim de melhorar os ambientes, tornando-os mais agradáveis a seus frequentadores. Atualmente, a saúde de Marabá atende a pacientes da rede pública local e, também, oriundos de municípios vizinhos, por ser o maior centro de serviços da região.

A Procuradoria-Geral do Município (Progem) analisou a licitação e deu parecer favorável à contratação, observando que os recursos para pagar as despesas da contratação são oriundos do erário municipal. A Progem recomendou dar publicidade em meios oficiais, o que foi devidamente feito pela Secretaria Municipal de Saúde, atendendo a legislação.

O Blog do Zé Dudu levantou que o governo de Tião Miranda aplicou, no primeiro semestre deste ano, R$ 83,35 milhões em saúde, sendo R$ 44,96 milhões na assistência hospitalar e ambulatorial e R$ 20,57 milhões em atenção básica. É o segundo município que mais aplica recursos em saúde, depois de Parauapebas, que liquidou R$ 148,24 milhões no mesmo período.

Publicidade

Relacionados