Marabá abre licitação para comprar ambulâncias

Gestão usará recursos próprios e federais para garantir transporte a pacientes com dificuldade de locomoção e pessoas com deficiência. Orçamento da área para este ano é R$ 212 milhões.
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Em meio à pandemia de coronavírus, que já sepultou 280 cidadãos em Marabá, o governo de Tião Miranda vai registrar preços no próximo dia 4 de março de, pelo menos, cinco veículos que devem atender a saúde municipal como ambulâncias. São duas furgonetas adaptadas (tipo A) e três furgões (tipo B) que devem ser adquiridos até o valor de R$ 1,028 milhão, de acordo com edital divulgado pela prefeitura local. A compra das ambulâncias será custeada com recursos próprios e, também, federais.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a aquisição das ambulâncias é solução para garantir o transporte dos pacientes com dificuldade de locomoção e pessoas com deficiência. O governo municipal defende que a medida também contribui para a redução do risco de doença e de outros agravos e facilita o acesso universal e igualitário a ações e serviços de saúde para promoção, proteção e recuperação dos pacientes. “O processo de licitação se justifica pelo interesse público presente na necessidade da utilização dos veículos pela Secretaria de Saúde, a fim de suprir as necessidades e para o atendimento adequado aos usuários do SUS”, destaca o governo municipal em mensagem para justificar a compra dos veículos.

Vale lembrar que, no ano passado, a Prefeitura de Marabá reduziu o pagamento de despesas com saúde em 2,13%, tendo reportado R$ 173,706 milhões pagos em 2020 ante R$ 177,484 milhões declarados no ano de 2019. Os números detalhados foram apresentados em reportagem especial do Blog do Zé Dudu (relembre aqui).  A rede de saúde de Marabá gastou menos da metade que a da vizinha Parauapebas (R$ 353,604 milhões em 2020) para cuidar de mais gente, inclusive pacientes de duas dezenas de municípios das redondezas.

Para 2021, o orçamento da saúde marabaense prevê R$ 212,58 milhões, dos quais R$ 12,42 milhões já foram utilizados, segundo levantou o Blog. Já foram aplicados até o momento R$ 7,52 milhões em assistência hospitalar e ambulatorial e R$ 2,82 milhões em atenção básica.