Eldorado do Carajás

Prefeitura de Eldorado abre compra de materiais para manutenção de infraestrutura

Governo municipal vai registrar preço de 278 itens da construção civil para reforma de prédios, manutenção de iluminação e construção de pontes. Custo da licitação atinge R$ 5,5 milhões.

Desde ontem (5) está nas ruas um edital de licitação por meio do qual a Prefeitura de Eldorado do Carajás pretende registrar preços para comprar materiais utilizados em construção civil a fim de atender, segundo ela, as necessidades da Secretaria Municipal de Obras. As informações foram publicadas no mural de licitações do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) e estão disponíveis para consulta aqui. No dia 19 deste mês serão conhecidas as propostas para a licitação, cujo valor global é estimado em R$ 5.462.591,42, o correspondente a 8,5% da arrecadação inteira da administração, que gira em torno de R$ 65 milhões por ano.

Ao todo, estão sendo licitados 278 itens como telhas, areia, seixo, cimento, argamassa, rejunte, lâmpadas de diversos tipos, tubos, conexões, transformadores, entre outros. Para respaldar a aquisição, a Secretaria de Obras emitiu justificativa alegando que o fornecimento dos produtos serão utilizados em reforma de prédios públicos, manutenção da iluminação da cidade e em construção de pontes na área municipal.

O processo licitatório passou pelo crivo da análise jurídica da prefeitura, que recomendou incluir no edital as regulamentações acerca da adesão à ata de registro de preços, bem como dar publicidade ao processo em sites oficiais. Ontem mesmo, a Prefeitura de Eldorado do Carajás fez publicar na página 94 do Diário Oficial do Estado a recomendação de publicidade do processo.

O Blog do Zé Dudu observa que a Prefeitura de Eldorado do Carajás é, entre as administrações da região de Carajás, a que menos investe em urbanismo em valores absolutos. Com receita pequena, a previsão orçamentária para a função de urbanizar a cidade este ano é de R$ 6,59 milhões, sendo R$ 2,03 milhões destinados à área de infraestrutura.

Deixe seu comentário