Prefeito Macarrão, de Tailândia, sofre tentativa de homicídio

O acusado tentou se encontrar com o gestor várias vezes, com a desculpa de pedir uma ajuda, mas em verdade queria matar Macarrão

Continua depois da publicidade

Na manhã de ontem, segunda-feira (17), um policial civil evitou o assassinato do prefeito do município de Tailândia, Paulo Liberte Jasper (MBD), o Macarrão. O caso veio a público no início da noite. O acusado, Antônio Elio dos Santos Ramalho, de 29 anos, foi preso em flagrante pelos crimes de tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo.

De acordo com a versão do gestor municipal, no sábado (15), Antônio Elio chegou na portaria da propriedade rural com o argumento de pedir uma ajuda, mas não foi atendido. As investidas recomeçaram no domingo (16). Durante todo o dia, Antônio Elio enviou diversas mensagens de WhatsApp para o número de celular do gestor público. “São mensagens ameaçadoras, que agora já estão à disposição do delegado”, confirmou Macarrão em coletiva de Imprensa.

Na manhã de segunda-feira, o acusado voltou à propriedade do gestor municipal e convenceu o vigia a deixá-lo entrar para falar com Macarrão. “Fui atendê-lo para explicar que estava resolvendo uma situação com o secretário de Meio Ambiente. E, assim que virei as costas, ele sacou a pistola para atirar, mas foi contido pelo policial”. No local estava o policial civil Givanildo, que imobilizou o acusado e o apresentou na Depol local. O caso veio a público no início da noite de ontem.

Antônio Elio ainda tentou se esquivar da prisão, mas, depois de imobilizado, foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil. Com ele estava uma pistola calibre 380 e mais 52 cápsulas de balas, R$ 500,00 e uma porção de cocaína.

O inquérito, conduzido pelo delegado plantonista Márcio Nogueira está em fase inicial. A autoridade policial adiantou que o acusado tem “histórico de violência doméstica e esteve internado por problema psiquiátricos no Hospital das Clínicas, em Belém”. Em relação à tentativa de homicídio, “os áudios revelam a intenção de assassinar o prefeito”, confirmou o delegado.

Ao depor, Antônio Elio “teve momentos de lucidez e falas aleatórias sem qualquer sentido”. O homem será encaminhado para realizar exames de sanidade mental. Por enquanto, ele aguarda decisão da Justiça.

(Antonio Barroso)

1 comentário em “Prefeito Macarrão, de Tailândia, sofre tentativa de homicídio

  1. Marcos Reis Responder

    Eu acho que está cara não tem nada ele vio que casa Caio está fugindo tudo isso aperta este bode que ele falar quem mandou porque na região daí já matará vários prefeitos nos últimos anos.

Deixe seu comentário

Posts relacionados

%d blogueiros gostam disto: