Canaã dos Carajás

População de Canaã não sabe que o SUS tem Ouvidoria no município

Criado para dar voz às reclamações, denúncias, solicitações, sugestões e elogios, além da fornecer informações relativas ao funcionamento do Sistema Único de Saúde (SUS) no município, a Ouvidoria do SUS de Canaã dos Carajás ainda não entrou na lista dos contatos mais procurados pelos usuários da rede pública de saúde.

Instalado há pouco mais de 30 dias no município, o órgão recebeu até a última sexta-feira (8), apenas oito chamados, entre os serviços mais procurados estão solicitações, reclamações e denúncias. Um número relativamente pequeno, se tratando de um dos municípios que mais investem em saúde no Estado do Pará, mas, onde, nos últimos meses, segundo pacientes, faltava até lençol de cama no Hospital Municipal “Daniel Gonçalves”.

Canaã é um dos primeiros municípios da região, vinculado à Regional de Saúde de Marabá, a implantar o serviço que atende a uma exigência do Ministério da Saúde. Um dos motivos para a baixa procura por parte da comunidade pode ser a pouca divulgação de que a cidade já dispõe dessa ferramenta. Além do mais, o prédio onde o órgão funciona, localizado na Rua Ulisses Guimarães, no mesmo prédio do Conselho Municipal de Saúde, ainda não possui na fachada placa ou algo que possa ajudar na sua identificação.

O atendimento pode ser feito pessoalmente, na sede da Ouvidoria, das 8h às 12h e das 14h às 18h, por e-mail (ouvidoriasus.canaa@gmail.com), ou pelo telefone (94) 9 9105-3518. As demandas recebidas são registradas em formulários e lançadas no sistema Ouvidor SUS. Em seguida, a ouvidoria entra em contato com o local denunciado, em um prazo entre 15 e 90 dias, dependendo do grau de prioridade estabelecido em lei, o cidadão que entrou em contado recebe um parecer.

Deixe seu comentário