PM prende três após dois assaltos frustrados e uma tentativa de homicídio

Antonilson Ferreira, Guilherme da Silva e João Carlos Soares devem estar arrependidos de terem saído de casa neste fim de semana. Nada deu certo e um deles ainda levou uma boa taca
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Enquadrados por porte ilegal de arma de fogo e tentativa de homicídio, estão presos desde a madrugada deste domingo (1º), na 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, Antonilson da Silva Ferreira e Guilherme Lima da Silva.

Por volta das 3h30, na Rua Espanha, Bairro Vila Rica, eles tentaram assaltar um casal que estava de moto, mas conseguiu escapar. Consta no Boletim de Ocorrência que ambos pularam na frente do veículo em movimento e anunciaram assalto.

Sem conseguir êxito, fizeram um disparo de arma de fogo em direção ao casal, não atingido, porém, nenhum dos dois.

Comunicada, uma guarnição da Polícia Militar que estava naquela área realizou incursões, localizou a dupla e a prendeu. Com os assaltantes foi encontrado um revólver calibre 32 com cinco munições e um cartucho deflagrado.

Foi salvo da taca pela PM 

No Bairro Vale do Sol, após levar uma surra, João Carlos Soares, 18 anos, foi preso pela Polícia Militar e apresentando na 20ª   Seccional Urbana de Polícia Civil, acusado de ter tomado, em assalto, o celular de uma adolescente de 15 anos. O caso se deu por volta das 19h30 de sábado (30).

Segundo a garota, ela conversava com o pai na frente da casa quando se afastou para atender uma ligação. João Carlos, que estava de bicicleta, se aproximou e, armado de faca, ordenou: “Passar o celular, passa o celular”.

Trêmula e bastante nervosa a jovem jogou o celular no chão e gritou pelo pai. Minutos depois ele foi cercado e agarrado por populares que passaram espancá-lo. O assaltante foi salvo por uma guarnição que chegou na hora e o tirou das mãos das pessoas enfurecidas.

(Caetano Silva)

Publicidade

Relacionados