PM prende casal de assaltantes pivô do acidente que matou personal trainer

Eles foram pegos seis horas após a tragédia, no Bairro Vale do Sol, por uma guarnição da Rocam. Portavam imitação de arma de fogo, celulares roubados e drogas
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

O casal Wesley Oliveira Santana, 21 anos de idade, e Cleidiane Progénio da Silva, 22,  foi preso pela Ronda Ostensiva com Apoio de Motos (Rocam) da PM, conduzido à 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, por volta das 20h30, de ontem, quinta-feira, (9), e entregue ao delegado plantonista Nelson Alves Júnior. Eles são acusados de terem cometido vários assaltos na cidade e foram flagrados com drogas e uma imitação de arma de fogo.

O casal foi preso durante ronda no Bairro Vale do Sol, onde a guarnição se deparou com a dupla, em atitude suspeita, em uma moto Honda Pop, preta, placa QVE- 9D92, roubada, conduzida por Wesley, enquanto na garupa estava Cleidiane.

Ao avistar a guarnição o piloto fugiu sendo perseguido pela Rocam, instantes depois se desequilibrou, indo ao chão. Na abordagem e revista pessoal os policiais encontraram na cintura de Wesley uma imitação de pistola calibre 24/7 e, com Cleidiane, duas bolsas femininas, uma azul e outra amarela. Dentro de uma delas foram encontrados três aparelhos celulares, segundo os PMs, provavelmente oriundo de roubo.

Indagada pelos PMs se havia outros objetos, a mulher retirou da cintura um grama de cocaína, 3,5 gramas de crack e 9,7 gramas de maconha. Na casa do casal a polícia encontrou mais dois celulares roubados. Após receber voz de prisão a dupla que já havia realizado quatro assaltos foi conduzida para a Delegacia de Polícia Civil.  

(Caetano Silva)

Publicidade