PF divulga balanço de atuação na 1ª fase do Enem com 27 prisões por medidas judiciais

Segundo a PF, as prisões não estão relacionadas a fraudes no processo seletivo, mas por outros crimes. O certame ocorreu sem incidentes
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Polícia Federal divulgou, nesta segunda-feira (22), o balanço da sua atuação na 1ª fase do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), realizada neste domingo (21). Segundo os dados, não ocorreram incidentes relativos à segurança. As provas, tanto no formato físico como no digital, transcorreram com tranquilidade e sem intercorrências.

No entanto, foram cumpridos 27 mandados de prisão de candidatos decorrentes de sentenças judiciais definitivas e medidas cautelares por delitos como tráfico de drogas, abuso de incapaz, sequestro com cárcere privado, roubo, dentre outros crimes graves. A execução das referidas medidas se deu nos estados do Acre, Amapá, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Piauí, Rio Grande do Norte, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo e no Distrito Federal.

De acordo com a corporação, a Polícia Federal, em todo o processo de participação na segurança do Enem, tem atuado de forma técnica, buscando salvaguardar a segurança e a lisura do certame.

Tina DeBord- com informações da PF