Paysandu perde para o Ferroviário dentro da Curuzu e segue sem vencer em casa na Série C

O Papão caiu uma posição e agora é o vice-líder do Grupo A da competição nacional
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Jogadores do Ferroviário comemoram na vitória diante do Paysandu (Foto: Lenilson Santos/Ascom Ferroviário)

Continua depois da publicidade

Não foi dessa vez que o Paysandu Sport Club encerrou o jejum de vitórias dentro de casa no Campeonato Brasileiro da Série C. Atuando na noite deste domingo (11), o Papão perdeu novamente em casa, dessa vez para o Ferroviário (CE), por 2 a 0, no Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém, partida válida pela sétima rodada do Grupo A. Com o resultado, o time bicolor caiu uma posição e é o segundo, com 11 pontos, enquanto o Ferrão, com a vitória, chegou aos mesmos 11 pontos, mas é o terceiro na classificação.

Os dois gols que garantiram a vitória do Ferroviário em pleno Estádio da Curuzu aconteceram ainda no primeiro tempo de jogo. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Denílson tentou cortar de cabeça e marcou gol contra, aos 21 minutos. O segundo tento saiu depois de uma boa jogada do time cearense: a bola chegou para o atacante Gabriel Silva, que tocou com tranquilidade para o fundo do barbante do goleiro Victor Souza.

O Paysandu volta a campo diante do Altos (PI), no próximo sábado (17), às 19h, mais uma vez na Curuzu, em Belém, duelo válido pela oitava rodada do Grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C. 

O jogo: Papão não consegue vencer em casa!

O Paysandu começou o jogo na pressão. Após bola na área cearense, o zagueiro Perema tentou marcar de peixinho, mas a redonda foi para fora –  que chance perdeu o Papão. Em outra bola na área do Ferroviário, o lateral-direito Lázaro se atrapalhou e quase marcou gol contra. Em uma boa triangulação no ataque bicolor, Paulinho chutou e a bola bateu na trave; na sobra, Luan Santos emendou para fora.

Quem não faz, leva. Após cobrança de escanteio para o Ferroviário, o zagueiro Denílson foi querer cortar de cabeça e marcou gol contra, aos 21 minutos, 1 a 0 Ferrão. Não demorou muito para o time cearense marcar novamente. Na boa troca de passes, a bola ficou com Gabriel Silva, que chutou com tranquilidade para o fundo do barbante da meta do goleiro Victor Souza, aos 33 minutos, 2 a 0.

O time alviceleste começou a ter dificuldades em sair para o jogo. Paulinho mandou um chutaço de fora da área, o goleiro Rafael fez uma grande defesa, salvando a equipe visitante. Em mais uma tentativa bicolor de fora da área, Ratinho chutou forte e a bola bateu na rede, mas pelo lado de fora. No início do segundo tempo, o Paysandu quase diminuiu com o volante Paulinho, que chutou colocado e a bola passou perto da meta do goleiro Rafael.

O Ferroviário teve tudo para marcar o terceiro. Após um contra-ataque, a bola chegou para o atacante Adilson Bahia, que ficou sozinho e debaixo da trave para marcar, mas perdeu um gol feito. O Papão respondeu com Robinho, que em jogada individual chutou e a bola desviou na zaga, indo para escanteio. O Ferrão levava perigo quando chegava ao ataque. Após bola alçada na área, o atacante Augusto, ex-Remo, cabeceou para a defesa do goleiro Victor Souza. 

O Papão estava indo de qualquer maneira para o ataque. Em mais uma tentativa de Robinho, o atacante bicolor ficou de frente para marcar, mas acabou mandando para longe. O time visitante deu o troco, quando Augusto puxou o contra-ataque e tocou para Berguinho, que acabou furando na hora da finalização. Placar final: Paysandu 0 x 2 Ferroviário.

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU: Victor Souza; Israel (Marcelo), Perema (Bruno Paulo), Denílson e Diego Matos; Jhonnatan (Ruy), Paulinho (Bruno Paulista) e Ratinho; Marlon, Luan Santos (Laércio) e Robinho.
Técnico: Vinícius Eutrópio

FERROVIÁRIO: Rafael; Lázaro (Berguinho), Vitão, Richardson e Emerson; Wesley Dias (Roni), Emerson Souza, Diego Viana; Dudu (Reinaldo), Gabriel Silva (Augusto) e Adilson Bahia (Thiago).
Técnico: Francisco Diá

  • Árbitro: Rafael Martins Diniz (DF)
  • Assistente 1: José Reinaldo Nascimento Júnior (DF)
  • Assistente 2: Renato Gomes Tolentino (DF)
  • Quarto Árbitro: Djonaltan Costa de Araújo (PA)
  • Cartões amarelos: Bruno Paulista (Paysandu); Adilson Bahia, Wesley Dias e Rafael (Ferroviário) 
  • Gols: Denílson, de cabeça, contra a favor do Ferroviário, aos 21, e Gabriel Silva, aos 33 minutos do 1° tempo para o Ferroviário 
  • Local: Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém 

Por Fábio Relvas