Paysandu perde para o Botafogo (PB) dentro da Curuzu e termina a rodada na zona de rebaixamento

O Papão não foi páreo para o Belo e caiu dentro de casa, ficando no Z2 do Grupo A da Série C
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
O Botafogo venceu o Paysandu e deixou o Papão no Z2 (Foto: Talita Gouvêa)

Continua depois da publicidade

Ainda não foi dessa vez que o Paysandu Sport Club conseguiu vencer no Campeonato Brasileiro da Série C. Atuando na noite desta segunda-feira (7), o Papão perdeu para o Botafogo (PB), por 2 a 0, em pleno Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém. A partida foi válida pela segunda rodada do Grupo A e deixou o time bicolor na zona de rebaixamento, com apenas um ponto em seis disputados. 

O time paraibano dominou as ações da partida e abriu o placar aos 45 minutos do primeiro tempo, no gol do atacante Welton, que acertou um chute cruzado, após uma bobeira de saída de bola da equipe bicolor. O tiro de misericórdia foi dado aos 49 minutos do segundo tempo, quando Maurinho puxou um contra-ataque e tocou para Marcos Aurélio, que driblou o goleiro Victor Souza e mandou para o gol.

O Paysandu volta a campo diante do Jacuipense (BA), no próximo sábado (12), às 19h, no Estádio Metropolitano Governador Roberto Santos, o Pituaçu, em Salvador. A partida será válida pela terceira rodada do Grupo A do Campeonato Brasileiro da Série C.  

O jogo: Papão não consegue vencer na Série C!

O Botafogo chegou pela primeira vez levando perigo. Após cobrança de falta dentro da área, o atacante Luã Lúcio acertou um chute de primeira e o goleiro Victor Souza espalmou salvando o primeiro gol da partida. O Paysandu levou perigo quando Marlon cobrou escanteio, a defesa cortou, a bola voltou para Bruno Collaço que levantou na área e Igor Goularte cabeceou para fora.

O Belo deu o troco rapidamente com Welton, que avançou livre de marcação e chutou forte, o goleiro Victor Souza defendeu, espalmando para escanteio. Na cobrança do escanteio, Juninho cruzou e William Machado subiu de cabeça – a bola passou tirando tinta da trave bicolor. Após uma bobeada de Bruno Paulista, Luã Lúcio puxou contra-ataque para o time paraibano, o atacante cruzou para área e Welton furou na hora de finalizar para marcar. A melhor chance do jogo até então.

Em mais uma bobeira de saída de bola, Luã Lúcio recuperou e tocou para Welton; o atacante do Belo chutou cruzado da entrada da área e acertou as redes da meta do goleiro Victor Souza, aos 45 minutos, 1 a 0 Botafogo. No segundo tempo, o Botafogo teve a chance de ampliar, quando Clayton fez boa jogada individual e chutou forte, mas o goleiro Victor Souza espalmou salvando para escanteio.

Em uma falta quase que frontal para o time visitante, Clayton cobrou e a bola passou muito perto do travessão da meta do goleiro Victor Souza. O Paysandu respondeu na mesma moeda: em cobrança de falta de Ruy, a bola passou por todo mundo e raspou a trave do goleiro Felipe. A bola parada estava sendo a arma das duas equipes. Rodrigo Ramos cobrou falta na área, Pablo subiu mais alto que toda a defesa bicolor e cabeceou para grande defesa de Victor Souza.

O Papão chegou quando Ruy deu lançamento para Igor Goularte, o atacante demorou para finalizar e chutou contra a marcação, ganhando um escanteio. Em uma chance clara de marcar, o time alviceleste acabou desperdiçando. Marcelo lançou para a área e o artilheiro Nicolas furou, perdendo o gol de empate. O jogador Clayton, do Botafogo, recebeu cartão vermelho do banco de reservas. 

O time paraibano teve a chance real para fazer o segundo gol. Quando Maurinho recebeu sozinho na direita, o atacante finalizou para a grande defesa do goleiro Victor Souza, que salvou o Papão outra vez. Em um contra-ataque do Belo, Maurinho recebeu na frente e tocou para Marcos Aurélio, o atacante driblou o goleiro Victor Souza e chutou para o fundo do barbante, dando o tiro de misericórdia, aos 49 minutos. Placar final: Paysandu 0 x 2 Botafogo (PB).

FICHA TÉCNICA

PAYSANDU: Victor Souza; Israel (Marcelo), Denilson, Perema e Bruno Collaço; Bruno Paulista (João Paulo), Paulinho (Ruy) e Ratinho; Marlon (Ari Moura), Nicolas e Igor Goularte (Gabriel Barbosa).
Técnico: Vinícius Eutrópio.

BOTAFOGO-PB: Felipe; Rodrigo Ramos, Fred (Daniel Felipe), William Machado e Tsunami; Amaral, Pablo, Juninho (Marcos Aurélio) e Clayton (Maurinho); Welton (Gabriel Araújo) e Luã Lúcio (Gabriel Yanno).
Técnico: Gerson Gusmão

  • Árbitro: Leonardo Ferreira Lima (PR)
  • Assistente 1: João Fábio Machado Brischiliari (PR)
  • Assistente 2: Heitor Alex Eurich (PR)
  • Cartões amarelos: Israel e Perema (Paysandu)
  • Cartão vermelho: Clayton (Botafogo) 
  • Gols: Welton, aos 45 minutos do primeiro tempo; e Marcos Aurélio, aos 49 minutos do segundo tempo para o Botafogo
  • Local: Estádio Leônidas Castro, a Curuzu, em Belém 
Por Fábio Relvas
Publicidade