Parauapebas segue treinando no Complexo Esportivo de olho na Segundinha do Parazão

O experiente zagueiro Júnior Gaúcho é uma das apostas do PFC para compor a defesa
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print
Zagueiro Júnior Gaúcho (Foto: Virgílio Ferro)

Continua depois da publicidade

Comissão técnica do PFC (Foto: Virgílio Ferro)

Focado unicamente no acesso de volta à elite do Campeonato Paraense, o Parauapebas Futebol Clube segue com seus treinos diários no Complexo Esportivo do bairro Rio Verde. Na manhã desta quarta-feira (4), o elenco profissional trabalhou ao comando de Luís Carlos Cruz, que fez uma readaptação técnica com tomada de decisão. Aos poucos o treinador vai montando uma equipe forte e competitiva para a competição estadual.

Como o regulamento da Segundinha do Parazão permite apenas cinco jogadores acima dos 23 anos, com exceção dos goleiros, a diretoria e a comissão técnica do PFC estão se atentando para mesclar o elenco com atletas experientes e jogadores mais novos com a idade da competição. Um dos jogadores que vão compor o elenco é Júnior Gaúcho, de 33 anos, que conhece o futebol paraense por ter jogado o Parazão 2021 pelo Águia de Marabá. O atleta terá que se readaptar com o clima da Capital do Minério. 

“Esse ano disputamos o Campeonato Paraense da primeira com o pessoal do Águia de Marabá. Sou do interior do Rio Grande do Sul. Agora mesmo, antes de vir para cá, peguei até neve, zero grau e chegar aqui nessa temperatura tão elevada, é um câmbio de clima muito grande, mas estamos acostumados pelos campos do nordeste”, afirmou Júnior Gaúcho, zagueiro do PFC, lembrando os tempos que atuou em clubes do nordeste do Brasil, onde encarou um calor parecido com o do estado do Pará.

Por Fábio Relvas