Parauapebas inicia campanha de vacinação contra poliomielite e sarampo

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Mais de 8 mil crianças foram imunizadas contra poliomielite e sarampo, ao longo do último sábado (8), durante o Dia D da Campanha Nacional de Vacinação. Além de todas as unidades de saúde das zonas urbanas e rural, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) disponibilizou a vacina em postos volantes espalhados pela cidade.

Pai da pequena Helena da Silva, de 1 ano de idade, o comerciante José dos Santos conta que está sempre atento às campanhas de vacinação e essa deve ser uma preocupação de todos os pais para cuidar da saúde das crianças. “Temos que fazer esse acompanhamento do cartão de vacinação, trazer o filho para vacinar e prevenir doenças. Fico mais tranquilo por saber que minha filha está protegida”, comentou José dos Santos.

IMG_00261De acordo com a coordenadora municipal de Imunização, Aline Neves, no Dia D e primeiro dia da campanha foram vacinadas 4.286 crianças contra poliomielite. Já contra o sarampo foram imunizadas 3.777 crianças. “A meta do município é vacinar 15.135 crianças. Para isso, pedimos aos pais que têm filhos de 6 meses a menores de cinco anos de idade que os levem à unidade de saúde mais próxima da sua casa e protejam seu filho. Não esqueça a carteira de vacinação de seu filho”, ressalta a coordenadora.

A campanha segue até o dia 28 de novembro e as vacinas estarão disponíveis em todas nas unidades de saúde em horário normal de funcionamento. A vacinação contra a poliomielite é destinada a crianças entre seis meses e cinco anos de idade incompletos. Já em relação ao sarampo, a recomendação é que sejam vacinadas crianças entre um e cinco anos de idade, também incompletos.

Dados
De acordo com o Ministério da Saúde, embora o Brasil permaneça livre da paralisia infantil, são fundamentais as campanhas de vacinação, para evitar a reintrodução do vírus no país. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), dez países registraram casos de poliomielite em 2013 e 2014.

Os últimos registros de contágio de sarampo no Brasil ocorreram em 2000. Em 2013 e 2014, foram registrados casos importados ou relacionados à importação, com concentração nos estados de Pernambuco e Ceará.

Fonte: ASCOM PMP

Publicidade