Parauapebas: Em audiência pública on-line, prefeitura vai apresentar PPA

A audiência acontece nesta segunda-feira (30), a partir das 18h. O projeto recebeu sugestões de 5.263 moradores do município
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Em audiência pública on-line, a Prefeitura de Parauapebas vai apresentar o seu Plano Plurianual (PPA), para o período de 2022 a 2025. A audiência acontece, nesta segunda-feira (30), a partir das 18h, e contará com presença do prefeito Darci Lermen, do vice-prefeito João do Verdurão e de secretários municipais.

No projeto constam as ações de saneamento básico, segurança pública, pavimentação de ruas, construção de mais postos de saúde, de escolas e de creches para Parauapebas nos próximos quatro anos. O projeto recebeu sugestões de 5.263 moradores do município, que preencheram o formulário on-line.

Durante a audiência, a população poderá se manifestar e mandar perguntas aos gestores. De acordo com as respostas dadas ao formulário do PPA, os moradores também têm como prioridade a construção de parques ou centros recreativos e estão pouco satisfeitos com a qualidade do transporte público no município.

Das 5.263 pessoas que preencheram o formulário, 58% foram mulheres. Em relação à faixa etária, 57,1% dos participantes têm entre 30 e 59 anos, sendo que os jovens tiveram uma boa participação: 36,4%. Os indígenas também contribuíram e cinco deles preencheram o formulário. Da zona rural, 435 moradores participaram.

O bairro com maior participação em sugestões ao PPA foi o Cidade Jardim, com 745 moradores, seguido pelo Bairro Tropical, com 461. No Plano Plurianual é onde constam todas as diretrizes governamentais para ações em infraestrutura, saúde, educação e outras áreas da gestão pública.

Daí ser importante a participação popular na sua confecção. Após a apresentação do projeto de lei, que já está pronto, ele será encaminhado para a Câmara Municipal (CMP), até esta terça-feira (31), para ser novamente debatido e aprovado pelos vereadores.

Tina DeBord- com informações da Ascom PMP