Paragominas inclui frutas e verduras nos kits da merenda escolar entregues aos alunos

Desde que as aulas foram suspensas, por conta da pandemia, a prefeitura decidiu entregar os kits nas casas dos alunos. Ao todo, já foram entregues 63 mil kits, contendo além de alimentos não perecíveis, frutas, legumes e hortaliças
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Prefeitura de Paragominas, no sudeste Pará, decidiu acrescentar ao kit da merenda escolar que está sendo entregue aos alunos, que estão com as aulas suspensas devido à pandemia do novo coronavírus, frutas, legumes e hortaliças. A decisão, segundo o prefeito do município, Paulo Tocantins, visa manter a boa alimentação dos alunos e também continuar apoiando os agricultores, que fornecem os produtos usados na merenda diária dos alunos.

Ele destaca que o município, como manda Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), adquire boa parte dos ingredientes usados na merenda escolar da agricultura familiar. Com a suspensão das aulas, esses produtores iam ficar sem essa renda.

Daí a iniciativa de continuar comprando os produtos, para que os produtores não ficassem ainda mais prejudicados e garantir que os alunos continuassem tendo uma boa alimentação. Paulo Tocantins ressalta que, assim que as aulas foram suspensas, surgiu à iniciativa de fazer a entrega do alimento para os alunos.

No total, já foram entregues 63 mil kits aos estudantes. “Como não era mais possível fazer a entrega nas escolas, decididos levar o alimento para os alunos e tivemos essa preocupação de fazer aquisição da maior parte dos produtos da agricultura familiar, como forma de manter a renda desses agricultores durante a pandemia”, frisa o gestor.

Ele acrescenta que fornecer verduras, frutas e legumes aos alunos também visa manter a alimentação balanceada que os alunos tinham na merenda das escolas. O prefeito destaca que, muitas vezes, muitos dos alunos, não têm esse tipo de alimentação em casa, por conta das condições financeiras dos seus familiares.

“Por isso, ao invés de só fornecer alimentos não perecíveis, decidimos também incluir esses alimentos, que são entregues nas casas dos alunos, tudo fresco e saudável”, diz Paulo Tocantins.

De acordo com Walmir Nogueira, secretário municipal de Educação, atualmente 23 mil alunos estudam na rede municipal de ensino de Paragominas em 34 escolas na zona urbana, 38 na zona rural e em cinco escolas indígenas.

(Tina Santos)

Publicidade