Pagamento do auxílio Renda Pará 400 encerra nesta sexta-feira (6)

Nesta última rodada, o benefício é destinado aos trabalhadores autônomos. Quem ainda não sacou, poderá retirar as duas parcelas de uma só vez
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A última rodada de pagamentos do auxílio Renda Pará 400 se encerra nesta sexta-feira (6), seguindo o cronograma de estratégias do governo do estado para atender trabalhadores autônomos residentes dos municípios que estiveram – até 26 de março de 2021 – em classificação de risco máximo, lockdown, bandeiramento preto ou medida restritiva equivalente, que tenha tido impactos negativos na economia por conta da pandemia.

O auxílio estadual integra a estratégia de retomada gradual da economia impactada pela pandemia. Mais de 5 mil feirantes (5.533), cerca de 4 mil vendedores ambulantes (4.357), 500 catadores de materiais recicláveis e 88 guardadores autônomos de veículos de mais de 20 municípios paraenses foram cadastrados por suas respectivas prefeituras para receber o auxílio do Renda Pará 400, dividido em duas parcelas de R$ 200,00 cada.

Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia do Estado do Pará (Sedeme), parte dos trabalhadores autônomos ainda não foi sacar a primeira e/ou a segunda parcela liberadas e, agora, terão a última oportunidade de sacar o benefício direto nas agências do Banco do Estado do Pará (Banpará).

“O beneficiário que não sacou – até hoje – a primeira parcela do benefício, poderá sacar as duas parcelas de uma vez só,” afirma o secretário de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia do Estado do Pará, José Fernando Gomes Júnior.

A Sedeme reforça que serão beneficiados os trabalhadores autônomos das seguintes categorias: catadores de recicláveis, feirantes, ambulantes e guardadores de veículos dos municípios de Abaetetuba, Alenquer, Ananindeua, Belém, Benevides, Belterra, Baião, Cachoeira do Arari, Cametá, Curionópolis, Igarapé-Miri, Juruti, Maracanã, Marituba, Moju, Mojuí dos Campos, Monte Alegre, Óbidos, Oriximiná, Santa Bárbara do Pará, Santarém, São João da Ponta e Vigia, previamente cadastrados para receber o auxílio do governo estadual.

Com informações da Sedeme