Ourilândia: Mulher atacada a facão tem parte do braço decepado e golpes na cabeça

A vítima foi atendida no Hospital Regional de Redenção, passou por cirurgia e não corre perigo de morte. Pessoas que assistiram ao ataque, atribuem a sobrevivência dela a um milagre
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Uma mulher, de prenome Léia, foi atacada a facão pelo dono de um bar em que estava, na periferia de Ourilândia do Norte, no último domingo (22). Tudo começou com uma discussão com o proprietário do comércio, que estava bêbado e a golpeou na cabeça, pescoço, costas e decepou parte do braço esquerdo da vítima. Após a tentativa de homicídio, o agressor fugiu.

A mulher foi socorrida pela equipe do Samu, que realizou os primeiros socorros empregando procedimentos médicos para que ela parasse de perder sangue. Em seguida, Léia foi encaminhada para o Hospital Regional em Redenção e os médicos e enfermeiros que a atenderam não mediram esforços para salvar sua vida, mesmo com a gravidade dos ferimentos. 

A mulher passou por cirurgia e chegou a ser internada em UTI, mas, posteriormente, foi levada para uma enfermaria, onde mantém quadro clínico estável.

Pessoas que testemunharam o fato atribuem que Léia só está viva devido a um milagre.

(Paulo Francis – correspondente do Blog em Ourilândia do Norte)