Operação Filisteu: Câmaras Criminas Reunidas do TJ-PA mandam libertar Jonas Conrado

A Desembargadora Vânia Fortes Bitar, da Câmara Criminais Reunidas do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, relatora, opinou  pela concessão e as Egrégias  Câmaras Criminais Reunidas concederam Habeas Corpus …

Jonas ConradoA Desembargadora Vânia Fortes Bitar, da Câmara Criminais Reunidas do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, relatora, opinou  pela concessão e as Egrégias  Câmaras Criminais Reunidas concederam Habeas Corpus Liberatório para Jonas Conrado Sousa (foto), que, segundo a representação da autoridade policial pela prisão preventiva do paciente,  teria procurado a esposa de Edmar Cavalcante (Boi de Ouro), réu na ação penal resultante da operação denominada “Filiseu”, em Parauapebas, afirmando possuir influência sobre as autoridade do Ministério Público que poderiam favorecer a soltura do mencionado paciente, mediante o pagamento de determinada quantia em dinheiro.

O Alvara de Soltura foi encaminhado ao Superintendente do Sistema Penitenciário do Estado do Pará para que o réu seja colocado em liberdade.

Jonas Conrado, que era líder comunitário do Bairro Tropical, em Parauapebas, estava preso desde o dia 25 de julho passado.

Deixe seu comentário