Parauapebas

O “Blocão” não se segura!

” Entre gozar do poder de arbítrio e exercê-lo vai toda a distância que medeia entre a possibilidade de um caso eventual e uma realidade concreta”. (Rui Barbosa) Até onde …

Entre gozar do poder de arbítrio e exercê-lo vai toda a distância que medeia entre a possibilidade de um caso eventual e uma realidade concreta”. (Rui Barbosa)

Até onde a formação de uma boa coligação política em época eleitoral pode render os frutos esperados e consequentemente eleger um candidato para o executivo e por conta dela outros tantos para o legislativo?

A formação do famigerado “Blocão”, um grupo de pseudo-políticos insatisfeitos com a atual administração ( uns porque nada obtiveram do atual governo, outros porque consideram pouco ou quase nada o que hoje recebem ) e que volta e meia se reúnem para discutir os problemas de Parauapebas, me parece prematura e ineficaz nesse momento.

Deixando a demagogia (carrão de sena da grande maioria dos que formam o bloco) de lado, como se pode crer que esse bloco pensa realmente em unir forças para alavancar um único nome para disputar com o (a) candidato (a) do governo a prefeitura de Parauapebas em 2012?

Em minha opinião o “Blocão” está formado  por pessoas de ideologias e interesses completamente antagônicos que jamais chegará em um consenso. Senão vejamos, sem citar nomes para não magoar os egos sensíveis de alguns:

Temos um grande empresário, já testado nas urnas e que se acha pule de dez e do qual será muito complicado demovê-lo do pensamento de abrir mão para outro que o grupo acredite ter maiores chances de vencer; temos outros que nunca militaram na política, mas acreditam ter chegado a hora de fazê-lo, e, porque não começar logo por cima? Temos vereadores insatisfeitos, mas que só agora realmente resolveram exacerbar suas insatisfações, esquecendo-se que em 2008 foram de porta em porta pedir votos para si e para esse governo que hoje é, segundo eles, uma catástrofe e que isso será cobrado pelos que outrora os elegeram; temos ex-prefeito que se elegeu para ser o grande líder da oposição e no qual todos os 43% da população que não votaram pela continuidade do governo petista depositavam a certeza de que a oposição seria ouvida e estaria bem representada. Grande engano! Temos uma vereadora que usa a Tribuna para bater e assoprar, que mostra as irregularidades em uma sessão e as vota na outra; temos, enfim, e esta talvez seja a principal dificuldade a ser vencida: um bloco formado basicamente por políticos retrógrados e egocêntricos que não estão nem ai para Parauapebas, ou melhor, para a população de Parauapebas.

Não estive presente em nenhuma das reuniões do “Blocão”, todavia, as informações que recebi dão conta que, nelas, não foram discutidas propostas para resolver o problema da falta de água, do trânsito caótico, da insegurança, do turno intermediário de nossa educação, da falta de projetos para o futuro quando daqui a cem anos o minério de ferro acabar, da saúde pública, da falta de saneamento, da falta de lazer para os trabalhadores, da falta de cursos técnicos e universitários para nossos jovens, da falta de habitação para os desabrigados, da drenagem de nossos rios para que ano após ano a cidade não conviva com enchentes e catástrofes, do fortalecimento de entidades como OAB, Sindicatos, Associação médica, entre outras, que poderiam colaborar de forma substancial para o crescimento do município sem depender única e exclusivamente da mineradora, da situação dos nossos pedintes e dos que a cada dia chegam de fora em busca de um melhor meio de vida.

Seria interessante que este grupo apresentasse imediatamente uma proposta concreta de ações para resolver tais problemas. Politicamente ele seria alavancado, no mínimo, por ser bem intencionado, mesmo que, destes, o inferno esteja cheio.

Sobre a mineradora, não se discutiu o papel dela no âmbito político e social de Parauapebas. Só se ouve dizer que a Vale não coopera, que quebra empresas, que só se move quando é acionada judicialmente, etc. Por que esse “blocão”, ou uma comissão formada por membros dele, não procura a Vale para discutir o que ela, como beneficiada pelo nosso rico solo, pode fazer para resolver alguns dos problemas acima citados?

Sou de opinião que a mineradora não deveria ter ingerência alguma nos assuntos do município. A ela cabe produzir e pagar corretamente os impostos devidos pelo que daqui retira, todavia, usando do bom senso e da política da boa vizinhança, não custaria nada convidá-la para que apresente estudos que certamente ela tem em relação aos nossos problemas.

A grande maioria dos formadores do blocão sequer sabe que alguns desses problemas são sem solução, que, no máximo, serão minimizados caso se apliquem ações sérias e emergenciais para combatê-los.

Em outra hora apresentarei outras razões pelas quais acredito que o “blocão” tende ao fracasso politicamente falando. Uma delas, a composição de uma aliança na proporcional. Todo esse povo unido abrirá brechas para os partidos nanicos nadarem de braçada e abocanharem boa parte das cadeiras da Câmara Municipal, mas este assunto fica pra uma próxima vez.

Resta aguardar para ver em qual round o blocão vai cair ou se o blogueiro sempre esteve errado e dali sairá o futuro prefeito de Parauapebas com a benção de todo o grupo.

Pra finalizar como iniciei, citarei Rui Barbosa, um dos meus preferidos:
A vaidade e a ambição põem sempre a meta dos nossos desejos muito além da nossa capacidade.”

30 comentários em “O “Blocão” não se segura!

  1. YURI SOBIESKI Responder

    GENTE ……………
    SÓ CEGO QUE NÃO ENXERGA, VC´S ACHAM MESMO QUE O VALMIR É A MELHOR OPÇÃO ? QUE ISSO ………………
    NÃO SE AMARAEM EM SEUS PROPRIOS DISCURSOS! SE O BLOCÃO É DE GENTE QUE SÓ QUER SE DAR BEM A NOSSAS CUSTAS O QUE ELE ESTÁ FAZENDO LÁ ENTÃO?
    INTELIGENTE AQUELE QUE NÃO SE REBAIXA DESSA FORMA …………….
    COMO BEL MESQUITA, RUI HILDEBRANDO, CHARLES BORGES É OUTROS ( POUCOS)!

    EU ACREDITO SERIAMENTE QUE O PMDB TERÁ CANDIDATO PROPRIO É SERÁ BEM COLOCADO EM 2012 ,SEM PRECISAR SE REBAIXAR COMO ALGUNS QUE COMPONEM O BLOCÃO……… AQUELES QUE MAMARÃO 6 ANOS NAS MAMADEIRAS PETITAS É AGORA QUE SABEM A POSIÇÃO DA COMUNIDADE PARAUAPEBENSE A RESPEITO DO PT DAQUI, QUEREM DAR UMA DE FAISAL SALMEN NA TRIBUNA !

    SOBRE O ZÉ DUDU EU ESTOU ABISMADO COM ESSES COMENTARIOS AI !!!!! SOU LEITOR A MUITO TEMPO DO BLOG É NA MINHA OPINIÃO ESSE E O DE MARCEL NOGUEIRA SÃO OS MAIS DEMOCRATICOS É SÓ NÃO POSTAM DEFAMAÇÕES COMO AS DE CERTAS PESSOAS!

    ASS: EM 2012 VOU VOTAR NO 15!

  2. pebinha Responder

    Zé Dudu, se esse “BLOCÃO” não vai chegar a lugar nenhum porque está encomodando tanta gente. Você tem se mostrado muito tendencioso ao Darci, isso descredibiliza seu conceituado Blog. Você ainda não percebeu que o povo quer mudanca e tenha certeza e velho Valmir tem grande chance de ser o escolhido.

  3. Walmor Responder

    Caro Zé Eduardo,
    Na verdade quero dizer ao Dom Welney, que quando falei sobre o bem contra o mal, é porque, sempre quem ganha esta do lado do bem. E dizer também que muuuuitas novidades virão este mês na Record.
    1 grande abraço aos dois.
    Walmor.

  4. hw Responder

    Seu Valmir é o único com competência e com capacidade para liderar Parauapebas na próxima política…
    Essa cidade está á 8 anos sobre dominínio do PT – Perda de Tempo ou Partido de Trambiqueiros…
    Antes disso foi 8 anos do PMDB – Partido Mandado por diversos bandidos…
    Partído do honoravel bandido José Sarney e Familia..

  5. Ras Lidio Responder

    como dizia um ex-vereador do PMDB “eu quero é mamar”. é o que todos querem. foi por isso que o blocão foi pensado, se vier a vingar será pelo mesmo motivo. o Caiado que diga se estou mentindo.

  6. Ricardo luis damasceno Responder

    Acho esse nome “blocão” um pouco pejorativo para o momento.
    Vamos ser mais positivos no assunto, que penso ser:
    1- os vereadores, se estão aproveitando ou não do momento, é o mínimo que eles devem fazer. Agora se há momento certo…???? Acho que devem ter opinião sobre o governo municipal. Se estão mudando agora e não antes…??? Penso que tem que haver uma mudança, quanto a eles se estão certos ou não, no que fazem ou não fizeram antes, vão ser anotadas nos votos da população. O certo é que para o bem da cidade começou a ter mudanças.
    2- Quanto aos pre-candidatos, achei de maneira deselegante como foram tratados por vc, Zé. São pessoas de bem. Que estão ali, muitos por descontentamento da atual administração, que pelo contrário a administração fosse boa, lhe digo não estaria ali, discutindo uma aliança. Entendi e até conversei com algumas pessoas ligadas aos pre-candidatos, que essas reuniões que aconteceram foram para apoiar um dos quatro pré-candidatos, que são:
    Zé Rinaldo, Valmir da integral, Magleano e Alex novo óleo. Portanto acho esse termo “farinha do mesmo saco” de forma pesada e pejorativa, pq como foi colocada mostrou baixa qualidade.
    E pelo que conheço os quatro, são pessoas ilibadas, até que se provem ao contrário.

    • Zé Dudu Autor do postResponder

      Ricardo, agradeço o comentário. Porém, eu não usei o termo apregoado por você! E se fui “deselegante” foi com a pessoa política dos mesmos, jamais com o cidadão.

  7. Welney Lopes Responder

    Prezado Zé Dudu,
    Como é feriado e estou descansando na Bacia do Rio Prata e degustando um Malbec, resolvi comentar o post.
    Primeiro, desculpe mas compartilho da opinião do Vicente no que se refere a retirada do post sobre o PT e PMDB caminharem juntos. Sei que sua fonte deve ter no dito popular “mijado prá trás”. Entretanto, você simplesmente retirou sem justificar aos seus assíduos leitores que já tinham visto, o porque de retirar. Também considero que foi uma falha sua. Lamento mais não por isso, mas porque sem a postagem perdi a oportunidade de detonar esse PMDB sem ideologia, sem inteligência e sem noção que “existe” hoje em Parauapebas. Sou do PMDB e me envergonho por isso. Sairei nos próximos dias. Nunca vi tanta burrice quanto a do PMDB governista de Parauapebas. Já que são interesseiros e querem cargos para se locupletarem, porque não fizeram como o PTB do Massud, ou o PDT do Evaldo que ficaram mais de 06 anos MAMANDO e só agora saíram para ser oposição??? Os “burros” do PMDB governista querem entrar no barco quando todos estão pulando fora. Parece que não percebem que só terão alguns meses, depois começa a campanha e eles dançam.
    Esse blocão é uma farsa. É um “bRocão”, pois já nasceu(se nasceu) brocado.
    De todas as pessoas que vi reunidas no tal “blocão”‘, a única com chances reais de disputar a próxima eleição com o, não tem como negar, péssimo prefeito Darci, é o WALMIR da INTEGRAL, mas e tão somente se tomar novos rumos imediatamente. Ele está num caminho que vai levá-lo ao buraco.
    Quanto à leitura do Walmor, acredito estar bem próxima da realidade. Discordo quando diz que haverá um candidato do bem e outro do mal. Se for, como diz, um candidato do Darci e outro do Jatene, não será o bem contra o mal, e sim o MAL contra o MAL. Nenhum dos dois nunca fez nada do bem para Parauapebas. Está na hora de parar essa demagogia dos políticos de Paraaupebas de ficarem com essa palhaçada, essa lenga-lenga de “EU AMO PARAUAPEBAS”. Devem amar muito, pois só, desculpe o termo, fuderam com Parauapebas. Ninguém ama Parauapebas. Se continuarem acreditando nessa palhaçada Parauapebas continuará na mesma o tempo todo. O que tem que avaliar é quem administrará a cidade melhor, com menos “rabo” preso, que roubará menos e que tenha alguma sensibilidade com o sofrimento das pessoas. E que tenha peito para enfrentar essa empresa de extorsão chamada câmara, cuja metade de seus componentes, no mínimo, são bandidos.
    Caro Zé, desculpe se tiver alguns erros mas esse iPad é horrível para digitar. Cansei. Estou de férias até domingo. Postarei mais nos próximos dias. Vamos combater o bom combate. Vamos debater o bom debate. Grande Walmor, ponha essa Record mais incisiva no processo político-administrativo, abraço.

  8. anonimo Responder

    super natural quem e governo torcer contra a oposiçâo que se forma, tentaram de outras formas mais não conseguiram agora só resta torcer contra,se pensam que o grupão não se forma estão todos enganados,já esta formado.

  9. valter silveira Responder

    Parabens Walmor pelos cinco fatores listados. Reforço o fator de Darci ser “o candidato” e isto já havia definido deste sua primeira eleição colocando-o como candidato natural dixando a oposição em desvantagem. Mas sobre o “Blocão”, eu não apovo este nome, mas quem sou eu para contestar, já está aí, fazer o que. Zé Dudu confirma que não foi em nenhuma reunião. Não foram tantas.Pode ter certeza de que este ou qualquer outro bloco formado irá elaborar propostas para a população, até porque este é o unico meio de saber se ela aprova o candidato, e não pelos olhos cabelelo ou outro atributo fisico.
    Quanto a posição política do bloger eu já tenho conhecimento dos comentários sobre sua tendencia governista, mas espero que um dos melhores blogs da cidade se mantenha imparcial, senão vai se apequenar e passará a ser um dos piores.

  10. Walmor Responder

    Caro Zé,
    Acho que além de muuuuuito cedo para se falar em coligação é também muuuuito cedo para se falar em programas de governo. Nesta época, é natural que haja conversas, que todos sentem para conversar. Isso, sempre aconteceu e vai acontecer sempre.
    Em Parauapebas, a política anda como em qualquer lugar, temos no governo um prefeito com um partido fortíssimo que é o caso do Darci com o seu PT. Darci tem uma boa base de apoio ao seu governo na Câmara de Vereadores que nunca lhe apertou o calo mas, com a proximidade das eleições vai, aí sim, apertar um pouco para estreitar laços com os eleitores.
    A minha experiência – já trabalhei em seis eleições -diz que cada eleição é uma guerra e uma guerra diferente da outra, caso da próxima eleição.
    Zé, em Parauapebas, a batalha do ano que vem,tem diferenças gritantes da passada. O candidato Darci vinha com alguns fatores a seu favor:
    1 – Os governos do estado e federal eram aliados, caso de Lula e Ana Júlia.
    2 – Darci buscava a reeleição com uma aprovação mediana.
    3 – Darci estava com o governo na mão, não havia tanta instabilidade.
    4 – A prefeitura tinha crédito na praça, coisa que não acontece agora.
    5 – Vem ai a briga da base para saber quem vai ser seu candidato.
    A eleição passada foi muito cruel com os pretensos candidatos a candidatos quase todos saíram piores que entraram da eleição e outros perderam a chance de serem candidatos.
    Acho meu amigo, que a eleição do ano que vem vai ser a briga do bem contra o mal. Vai ser uma briga polarizada, só dois candidatos, o apoiado pelo prefeito e o apoiado pelo governo do estado. Qual é o bem e qual é o mal, vamos saber em outubro do ano que vem, depois da apuração.
    Portanto, caro Zé Eduardo, falar em política nestes dias é igual a época que estamos passando: só água de baixo da ponte.
    1 grande abraço.
    Walmor Costa.

  11. anonimo Responder

    mais que monte de cientista politico temos nesta cidade,muito bom…videntes,pai de santo,macumbeiros, adivinhões,temos para todos os gostos e consumo.

  12. Vicente Reis Responder

    Ok, eu também gosto de debater sempre incisivamente, porém de forma leal.

    Quanto às ‘costuras’, elas sao diferentes em que? Nenhum dos lados apresentou proposta até agora. Aliás, nem proposta para ter proposta apresentaram, tal é a fogueira de vaidades que arde em ambos os acampamentos.

    Quando eu falei do Couto, foi figurativamente; o Couto, junto com o Pedro Alcântara, foi a melhor pessoa com quem eu já trabalhei no meu tempo de prefeitura. Só tenho elogios a ambos.

    Mas ele foi posto na Secretaria tida como chave este ano (a das obras), então a visibilidade vai ser maior, então a cobrança vai ser maior. Coisa que há tempos, você não mais tem feito (?).

    Nada tenho contra a vereadora percília, mas eu atendi o pai da moça na redação do Carajás o Jornal e eu mesmo escrevi a matéria que saiu na penúltima edição (exceto a chamada de capa), sobre o assunto. Tentando ser parcial, publicaremos na próxima edição a estória dele. Aí, veremos.. mas não me calo não, moço. Minha maior característica e principal defeito. Não entendi o “quer-porque-quer”.. afinal, vc não tem (tinha) o hábito de escrever sobre tudo o que é relevante? Esta foi uma notícia amplamente divulgada em VÁRIOS meios de comunicação e aqui, não encontrou eco. Estranho…

    Quanto ao post retirado: A gente sabe que um blog é pessoal. Mas quando a gente cria um e convida as pessoas a “ler, comentar e opinar”, como indicado na descrição do blog, abre mão um pouco dessa privacidade. Retirar um post é não dar a mão à palmatória, companheiro. Errou? Bem, todos erram. Mas que vc, especificamente neste assunto, pareceu estar mais torcendo que analisando, ah isso pareceu.

    Política é uma coisa envolvente, sim. mas no meu caso, apenas para conversas. Porém isso não me impede de ser crítico, interpretativo.

    Se você achar que eu lhe faltei com o respeito, ficarão aqui as minhas desculpas. Minha intenção não é xingar; não me presto a debates rasteiros.. mas ‘ipsis literis’, fica o dito pelo dito mesmo, até mais ver!

    • Zé Dudu Autor do postResponder

      Vicente,

      Sejamos leais então:

      O Blocaão busca um nome para ser indicado e concorrer no pleito de 2012. O que venho dizendo é que ele não vai vingar devido aos interesses próprios de cada um que lá está. Talvez não tenha ficado claro, mas não menciono que A ou B deva ser ou não candidato, só digo e repito que o candidato não sairá deste blocão pois assim que o nome for escolhido ele racha em pelo menos 5 partes.

      Sobre o caso do moleque da Percília eu não vou mais falar. Você como funcionário de um jornal que diz ter ouvido as partes não colocou o nome da vereadora, porque o Blog, que não é de anunciar assuntos policiais, iria colocar sem que a própria polícia tenha colocado nos autos em apuração?

      O Post foi retirado atendendo pedido de um amigo que me disse que tal postagem poderia atrapalhar as negociações e que houve nela uma interpretação equivocada da conversa que mantivemos.

      Sobre torcida e análise: fui membro da executiva do PMDB e na campanha de 2008 fui voto vencido para fazer uma aliança com o PT porque achava que naquele momento o PMDB estava fragilizado para uma disputa tão árdua como a que se apresentava. Nesse momento, se lá estivesse, seria totalmente contra uma aliança e seria ainda forte oposição àquele que se insinuasse pelo lado do PT. Por um simples motivo: o PT está fadado a derrota, e, se isso não acontecer será porque pessoas como o Coutinho, por exemplo, souberam pegar a oportunidade e mudar o rumo da prosa,não havendo vantagem alguma para o PMDB que só participaria como coadjuvante, coisa que não seria legal em minha opinião. Todavia, não torço por nada que hoje ligue ao partido e só retirei a pedido de um velho amigo e assim mesmo sob protesto, inclusive pretendo cortar as relações políticas com ele.

      Não, você não me falta com o respeito quando emite a sua opinião, mesmo que contrária à minha!

      Volte sempre!

  13. anonimo Responder

    é pra frente que as malas batem….. esperem que esta achando que o governo vai tão bem assim ao ponto de indicar um candidato e eleger…espere!!!!

    • Zé Dudu Autor do postResponder

      Entre “achar” que ele vai indicar e “saber” que vai ganhar há uma grande diferença. INDICAR ele vai com certeza. VENCER são outros quinhentos!

  14. Jorge Clésio Responder

    Voltando a repetir:

    Não estive presente em nenhuma das reuniões do “Blocão”, todavia, as informações que recebi dão conta que, nelas, não foram discutidas propostas para resolver o problema da falta de água, do trânsito caótico, da insegurança, do turno intermediário de nossa educação, da falta de projetos para o futuro quando daqui a cem anos o minério de ferro acabar, da saúde pública, da falta de saneamento, da falta de lazer para os trabalhadores, da falta de cursos técnicos e universitários para nossos jovens, da falta de habitação para os desabrigados, da drenagem de nossos rios para que ano após ano a cidade não conviva com enchentes e catástrofes, do fortalecimento de entidades como OAB, Sindicatos, Associação médica, entre outras, que poderiam colaborar de forma substancial para o crescimento do município sem depender única e exclusivamente da mineradora, da situação dos nossos pedintes e dos que a cada dia chegam de fora em busca de um melhor meio de vida.

    /*
    Muito Inteligente!
    */

    • Zé Dudu Autor do postResponder

      Obrigado Jorge,

      Você poderia usar toda a inteligência que teve para aplicar um ctrl C + ctrl V e mostrar aos leitores a sua opinião também sobre o assunto.

  15. Vicente Reis Responder

    Companheiros, quem, como eu, acompanha esse blog há tempo, percebe que há uma GRANDE mudança de direção nas análises do companheiro Zé Dudu (isso, pra ser eufemístico e manter o bom nível nos posts).

    O blocão é tão bom (ou ruim) quanto qualquer outro bloco, criado ou sendo costurado, seja de oposição, seja de situação. Conflitos de interesses, vaidades pessoais, qual a novidade disso tudo? Não é assim, o ‘noivado’ PT x PMDB?

    Eu só acho triste que você continue usando essa capa de imparcialidade, quando na verdade, há tempos você já saiu do muro e escolheu seu lado. Os jornais de Parauapebas, pelo menos, vc sabe quem são.. esse apóia o Darci, aquele lá é o da Bel, etc.. são facilmente reconhecíveis.

    Só te vejo bater nesse tal blocão.. vai bater no Couto também, filho (aliás, um grande amigo meu, pessoa de minha mais alta estima), ou no Raimundo Neto.

    Ow, sobre o caso do jovem que foi pego em flagrante, numa tentativa de estupro, você não deu palavra.. Doeu-lhe algum calo, companheiro? Porque você nunca se absteve de escrever sobre nada, eu até estranhei. Já vi pessoas te cobrarem isso. Reparei que você apagou o post sobre a aliança dada (por você) como CERTA do PMDB e o PT (aquele post, com uma ‘fotinha’ simpática da Bel, lembra?).. O que foi que deu errado? Era uma análise séria ou uma TORCIDA SUA??

    Parauapebas é realmente uma mãe, né?

    • Zé Dudu Autor do postResponder

      Vicente, gostei da sua análise e acho que vale a pena debater nesses termos, apesar de você ter feito conjecturas e insinuações pouco gentis no modo de operar do blogger. Vamos aos pontos:
      – As alianças que estão sendo costuradas, no meu entender, são diferentes das que estão sendo propostas por PT e PMDB.
      – De que lado estou, já que parece me conhecer tão bem?
      – Bater no Couto não me parece ser correto nesnte momento, ele, diferente de muitos no blocao que buscam espaço está tentando fazr algo que preste. Me pediu um tempo para apresaentar seu trabalho e eu lhe dei. Se você é daqueles que só abrem o blog pra ver quem será a bola da vez pra apanhar, deixe de abrir pois costumo cumprir minhas promessas e ao fim do prazo se ele (Couto) não dizer a que veio, vai também ser cobrado.
      – O Raimundo Neto eu não conheço e tão pouco o trabalho dele. Já tem o Sintepp no pé dele e acho que isso basta.
      – Sobre o filho da vereadora Percília, cujo os jornais não citaram como filha da vereadora, ele está sendo acusado de dar bebida alcoolica a uma menor, sobre a tentativa de estupro não existe nada nos autos e mesmo assim você, que deve ter algo pessoal contra Percilia e Devanir quer por que quer que eu faça um post sobre o assunto.
      – Sobre o post retirado: foi retirado porque o acordo que imaginei estar concretizado não ocorreu e o post ficou prejudicado.
      – Sim, Parauapebas é uma mãe pra mim e acredito que para a maioria que aqui chegou e procura trabalhar e conduzir as coisas de forma limpa e cristalina, sem ressentimentos e tratando a política como fonte de crescimento para todos e não como forma de arrumar algum só pra si.

      Espero ter esclarecido, obrigado por estar sempre acessando o Blog e comentando tbm.

  16. Rui Hildebrando -Vassourinha Responder

    querido ze dudu passandoi por aqui para emitir minha opiniao muito particular e agradeço se publicar .”muito obrigado” .
    Fui convidado a participar deste blocão , mais a minha pouca experiência ao contrario dos que muitos pensam não me permitem acreditar no fascismos exarado de lideres constituídos sobre o interesse da ganância excludente, to fora de processos interesseiros e urtigantes que serve apenas para satisfazer o ego moral daqueles que tripudiam sobre a boa vontade de nosso povo de parauapebas.
    Convenhamos os que estão ai neste simulado e fictício blocão alegando oposto ao governo do atual prefeito e parte do próprio grupo do prefeito TODOS são farinha do mesmo saco.
    E o povo sabe disso e por isso que eu continuarei minha luta independente de políticos velhos e viciados e outros novos e famigerados por dinheiro público.
    Brevemente estarei convidando o povo que verdadeiramente quer e busca mudança para em um movimento sem cor partidária analisar as contas do atual prefeito Darci que eu já tenho em mãos todas nota por nota .
    Depois de apurarmos o que e obvio vamos enviar nas esferas cabíveis ao ministério publico, policia federal, Alepa-Assembleia Legislativa E OUTROS etc… infelizmente não poderemos contar com o legislativo de Parauapebas, todos em tese são coniventes com o que acontece nessa cidade na administração publica.
    Enfim iremos pedir ainda este ano a renuncia do prefeito DARCI, se ele não o fizer será cassado isto sim é um ato em defesa de nossa cidade de nosso povo que não encontra mais alternativa para exigir de um gestor respeito a seu povo …aguarde o vassourinha esta calado mais esta se mexendo pra valer…

    Rui Hildebrando
    rh6rui@gmail.com

  17. Rui Responder

    E Bel Mesquita? Até onde ela está envolvida com esse pessoal do blocão já que dizem não quer ir com o PT?

  18. Maria Tereza Responder

    Ta certo você Zé, enquanto esses políticos imaturos e que só pensam nos cofres de Parauapebas e em seus umbigos se organizam, Darci e sua trupe buscam acordos com o PMDB e outros partidos que realmente interessam, que tem militância capaz de fazer frente a eles. Sem esquecer que o orçamento 2011 de quase 500 milhões está ai para ser usado politicamente, fazendo asfalto, escolas, postos de saúde e creches ha pouco da eleição o nosso povo abestado que é reelegerá um petista ou a quem eles indicarem. E assim será até o fim dos tempos, infelizmente.

Deixe seu comentário