Número de mortes cresce 3,4% em Parauapebas

Dados são do Sistema de Informações sobre Mortalidade, que subsidiam ações da rede de atenção à saúde em todo o País.
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Em 2018, o município de Parauapebas registrou 834 óbitos, o que representa uma taxa de 4,11 óbitos para cada mil habitantes. É um crescimento de 3,4% em comparação ao ano de 2017, quando foi registrada taxa de 3,97 casos de morte a cada mil habitantes.

Os dados são do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), que é um sistema de vigilância epidemiológica nacional, cujo objetivo é captar dados sobre os óbitos do País a fim de fornecer informações sobre mortalidade para todas as instâncias do sistema de saúde.

Além de captar os dados, o SIM informa as causas, a idade e as circunstâncias das mortes. Para chegar aos números, o sistema usa como base a Declaração de Óbito (DO), padronizada em todo o território nacional. Assim, faz-se uma análise epidemiológica da mortalidade que é um importante processo para o reconhecimento das condições de vida e saúde das populações.

Ao fornecer o perfil da mortalidade populacional como um dos componentes mais importantes do diagnóstico de saúde a ser avaliado pelos gestores do Sistema Único de Saúde (SUS), o SIM orienta as atividades de planejamento e organização da rede de atenção de saúde tendo em vista que a taxa de mortalidade geral é um dos indicadores mais utilizados em saúde pública e expressa a relação entre o total de óbitos de um determinado local pela população exposta ao risco de morrer.

Este indicador ajuda a subsidiar o desenvolvimento de ações para a prevenção dos agravos e a promoção à saúde, propiciando um diagnóstico dos impactos das políticas públicas em prol da vida.

Publicidade

Relacionados