Mais um adolescente executado em Parauapebas

O jovem, de 17 anos, teria sido eliminado a mando de facções que disputam o comércio de drogas na cidade. Mais pessoas estariam marcadas para morrer
Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on print
Imprimir

Continua depois da publicidade

Em Parauapebas, a Polícia Civil está solicitando imagens de câmeras de segurança das imediações dos blocos 29 e 30 do Residencial Alto Bonito, que possam ajudar a identificar os assassinos do adolescente Daniel Souza Gomes, 17 anos. Ele foi executado com cinco tiros, provavelmente de revólver calibre 38, na noite de ontem, terça-feira (22).

Segundo as primeiras informações colhidas pela polícia, o adolescente caminhava pela rua quando foi surpreendido pelos atiradores, que, primeiramente, o atingiram com dois tiros nas costas e, depois, três na cabeça.

De acordo com o investigador Abrão Silveira, da 20ª Seccional Urbana de Polícia Civil, as facções estão guerreando entre si na cidade por pontos de venda de entorpecentes e o assassinato de Daniel, que tinha várias passagens pela polícia por envolvimento com drogas, pode ter sido causado por essa disputa.

No local do crime, os comentários eram de que existem mais pessoas marcadas para morrer. As policias Civil e Militar, porém, estão intensificando o trabalho naquela área pra inibir a ação de criminosos.

Um dos assassinos estaria usando máscara de palhaço para ocultar o rosto, no caso de haver alguma filmagem ou registro fotográfico do crime. A Polícia Civil está investigando e pede a ajuda da população, com informações, garantindo que a identidade das pessoas será mantida em absoluto sigilo.

(Caetano Silva)   

Publicidade

Relacionados