Liga Nacional de Handebol 2020 é confirmada para dezembro com participação de 12 equipes

O Carajás Handebol Clube, de Parauapebas, será o representante do estado do Pará na competição
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

A Liga Nacional de Handebol Masculino 2020 está confirmada. Nesta quinta-feira (22), a Confederação Brasileira de Handebol (CBHb) definiu o regulamento e a tabela de jogos da competição, que será disputada em sede única, na cidade de Arujá (SP), de 15 a 20 de dezembro. Em virtude da pandemia causada pelo Covid-19, a grande novidade para esta temporada é o modelo “bolha”, inspirado no sucesso de grandes ligas pelo mundo, como a NBA.

No total, 12 equipes do Sul, do Sudeste, do Nordeste e do Norte do país se inscreveram para a disputa. Na primeira fase, os times foram divididos em três grupos, cada um com quatro integrantes. Para a composição das chaves, a CBHb adotou o ranking de clubes da entidade. As partidas serão em turno único. Avançam para as quartas de final os dois melhores colocados de cada grupo, além dos dois melhores terceiros colocados na classificação geral.

Neste formato “bolha”, prevalece a segurança de atletas, membros de comissão técnica e staff. Para entrar no complexo esportivo onde será realizada a competição, todos os participantes deverão apresentar o exame individualizado (RT-PCR) com a comprovação de que não possuem o novo coronavírus. O exame precisa ser feito 72 horas antes da entrada no local da competição.

No aspecto técnico, a Liga Nacional de Handebol também apresenta novidades inclusivas aos clubes. Além das tradicionais disputas pelo título e pelo terceiro lugar, a CBHb também promoveu jogos para definição do quinto ao 12º colocado. Deste modo, as equipes que não avançam para as quartas de final e semifinal seguem em disputas até o último dia, com o objetivo de aproveitar ao máximo a experiência da competição em sede única, que terá um total de 36 jogos.

“Teremos uma grande representatividade nesta edição. São equipes de quatro regiões do país. São sete estados representados. Estamos organizando o campeonato em parceria com nosso departamento técnico, com a cidade de Arujá e com os clubes, que participam de maneira ativa nas decisões, por meio da comissão de clubes da confederação. Temos a expectativa de realizar um grande evento”, analisa o presidente da CBHb, Ricardo Souza.

Individualmente, a CBHb também promoveu a valorização dos jogadores. Serão distribuídos prêmios para o melhor atleta de cada partida, para o melhor atleta da Liga Nacional de Handebol, para o melhor goleiro, para o artilheiro da competição e para o jogador revelação. Fora de quadra, também há um movimento de valorização do campeonato. A Liga Nacional de Handebol ganhou novo visual, com desenvolvimento de uma marca própria.

O Carajás Handebol Clube (CHC), da cidade de Parauapebas, sudeste do Pará, conhecido como a Fera do Norte, está dentro do grupo B, ao lado de Taubaté/Unitau (SP), São Carlos AHB/Unicep (SP) e Vikings/Universo/Campos (RJ). Fundado no dia 12 de janeiro de 2016, a Fera do Norte se tornou o principal nome do handebol dentro d estado do Pará, tendo conquistas importantes como títulos estaduais, regionais e Liga Nacional da Conferência Norte.

LIGA NACIONAL DE HANDEBOL 2020

Primeira fase

GRUPO A

EC Pinheiros (SP)

Corinthians/Vegus/Aciseg (SP)

ADI/Aceu/Univali/Slice/FMEL Itajaí (SC)

Manauense AD (AM)

GRUPO B

Taubaté/Unitau (SP)

São Carlos AHB/Unicep (SP)

Carajás Handebol (PA)

Vikings/Universo/Campos (RJ)

GRUPO C

Londrina/Unicesumar/Paiquerê FM (PR)

GHC/Uninassau/Caic (PI)

Avaí FC/Unisociesc/Intelbrás/São José/Nacional HC (SC)

ACH/Lanali/O2 Saúde/Cascavel Handebol (PR)

Por Fábio Relvas e Júlio Sodré