Liga Esportiva de Parauapebas prevê início de competições para o mês de setembro

A LEP terá que seguir o decreto municipal para realizar os campeonatos da 1ª e 2ª divisões e o feminino
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on print

Continua depois da publicidade

Os boleiros da cidade de Parauapebas, sudeste do estado, vivem a expectativa de voltar a rolar a bola na chamada Capital do Minério. Devido a pandemia do novo coronavírus, não aconteceu nenhum campeonato de futebol organizado pela Liga Esportiva de Parauapebas (LEP), nesta temporada de 2020.  O retorno das partidas está bem mais perto, já que prefeito da cidade, Darci Lermen, publicou um novo decreto municipal ajustando o retorno de alguns estabelecimentos como shoppings, bares, lanchonetes e academias.

“Teve um decreto municipal no qual as competições esportivas na cidade de Parauapebas, tem uma previsão de começo para o mês de setembro e com essa previsão, a Liga Esportiva quer dar início aos campeonatos municipais da 1ª divisão, 2ª divisão e o campeonato feminino. É claro, seguindo o protocolo da saúde, exigido pelos órgãos responsáveis”, afirmou Márcio Hartmman, presidente da LEP.

Sendo assim, a previsão é otimista para que os principais campeonatos da cidade possam acontecer ainda em 2020, como o tradicional Campeonato Municipal da 1ª divisão, onde agrega valores com jogadores da região, da cidade, e até mesmo atletas vindo de fora do município e que já foram grandes profissionais do futebol. Alguns campeonatos não serão realizados neste ano, devido ao calendário que ficou apertado para o restante da temporada.

“Tivemos uma grande perda para o futebol de Parauapebas, porque não vamos ter condições de fazer as edições de competições, também importantes, como os campeonatos sub-18, master e Copa Palmares. Infelizmente esses três campeonatos não terá como a Liga Esportiva fazer nessa temporada, porque eram os campeonatos do 1° semestre, e havia toda uma programação para o momento”, disse Márcio.

A Liga Esportiva de Parauapebas terá que se adequar ao decreto municipal estabelecido pelo prefeito para evitar a transmissão da pandemia dentro do município por meio do esporte. A ideia é seguir as medidas dentro do protocolo de segurança que será estabelecido, sendo de responsabilidade social o distanciamento das pessoas envolvidas no evento para evitar aglomerações dentro do Estádio Rosenão, local das partidas.

“Teremos um monte de exigências para podermos fazer o campeonato da 1ª divisão, 2ª divisão e o feminino, mas com certeza iremos fazer conforme o decreto. Gostaria de pedir para a população que se cuide, que use máscara, álcool em gel, para tentarmos combater esse vírus o mais rápido possível, para que a vida da gente e de todos nós, possa voltar ao normal”, ressaltou Márcio.

Por Fábio Relvas / Foto: Carlos Campos

Publicidade